Reviva: Famosos que enfrentaram o câncer

Ana Maria Braga: a apresentadora do “Mais Você” da Rede Globo teve seu primeiro câncer em 1991, de pele, que tratou com sucesso. Já o segundo, mais agressivo, no reto (carcinoma epidermoide anal), foi descoberto em 2001. Ela fez sessões de radio e quimioterapia no hospital Sírio Libanês, em São Paulo durante seis meses. Ela credita sua melhora “aos médicos, a Deus, a Nossa Senhora de Fátima, a mim, a minha família, amigos e quem pensou e rezou por mim”. E também dá um conselho: que as pessoas que tem câncer não desistam nunca da luta. “Por mais dolorido e triste que possa parecer, o mais importante é a gente estar viva e ver o sol nascer todo dia”

Claudia Jimenes: a atriz, mais conhecida pelos humorísticos “Escolinha do Professor Raimundo” e “Sai de Baixo” da Rede globo, descobriu e superou um câncer no mediastino (região do tórax), altamente maligno, em 1986. Ela passou por cirurgia e tratamento de quimioterapia e hoje segue com sua carreira nos palcos do teatro e na televisão

Dilma Rousseff: revelou em abril de 2009, quando ainda era ministra do Governo Lula, que estava se submetendo a tratamento contra um linfoma descoberto em um exame de rotina. Após sessões de radioterapia e quimioterapia, ela se recuperou e começou a campanha eleitoral que a levaria à presidência do Brasil, apenas alguns meses depois, com o consentimento dos médicos que a atendiam

Drica Moraes: a atriz, conhecida por novelas como “Chocolate com Pimenta” foi diagnosticada em fevereiro de 2010 com leucemia, tipo de câncer que atinge as células sanguíneas e que tem origem na medula óssea. Em junho do mesmo ano, foi hospitalizada para a realização de um transplante de medula óssea que foi um total sucesso. Recuperada, pode ser vista atualmente na nova novela “Verdades Secretas”.

Elba Ramalho: a cantora recebeu a notícia de que estava com câncer de mama em 2010. Ela passou por uma cirurgia para a retirada de um nódulo, considerado de baixa malignidade, no seio e seguiu em tratamento de radioterapia. Na época, ela soltou uma nota à imprensa onde dizia: “Agradeço o carinho de todos, assim como espero que meu caso sirva como estímulo a todas as mulheres acometidas desse mal que, tratado a tempo e devidamente, pode ser solucionado”

Gloria Perez: a autora de novelas como “Salve Jorge” descobriu que estava com um linfoma quando passou por uma cirurgia de emergência da tireoide, enquanto escrevia “Caminho das Índias”, em 2009. O linfoma foi totalmente retirado e ela começou então a fazer quimioterapia. Tratamento que durou quatro meses, período em que ela fez questão de não deixar de trabalhar  

Herson Capri: foi em 1999, quando se preparava para viver Jesus na encenação de “A Paixão de Cristo” que o ator descobriu a doença. Ele iria passar por uma lipoaspiração e durante os exames foi detectado um câncer de pulmão. Como é um tipo de câncer agressivo e ele fumava há mais de 30 anos, chegou a declarar que tinha apenas 10% de chances de sobreviver. Capri diz que sua sorte foi ter descoberto a doença em seu início, antes mesmo que os sintomas aparecessem. Recuperado, ele chegou a declarar: “Fumar não é inteligente”

Joana Fomm: famosa por interpretar vilãs como a Perpétua na novela “Tieta”, a atriz descobriu, em 2007, que estava com câncer de mama. Ela passou por duas mastectomias e por um tratamento de quimioterapia. Foram três anos se tratando e a doença está controlada.

 Luis Inácio Lula da Silva: o ex-presidente Lula foi diagnosticado com câncer de laringe em outubro de 2011. O tratamento teve início com sessões de quimioterapia. Na época, os médicos disseram que uma cirurgia só seria necessária se o tratamento não funcionasse. Como poderia afetar a voz do ex-presidente, isso só aconteceria em último caso. Seu tratamento, realizado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, terminou em fevereiro de 2012. No início de abril de 2013, Lula passou por novos exames e, segundo os médicos, “os resultados apresentados estão dentro da normalidade”

Márcia Cabrita: a atriz, que é conhecida por ter participado de uma das fases do humorístico “Sai de Baixo”, da Rede Globo, interpretando a doméstica Neide descobriu, em 2010, que tinha câncer no ovário. Desde então, criou o blog Força na Peruca, em que fala sobre a experiência. Mesmo depois de ter a doença controlada, continua expressando seus pensamentos e sentimentos sobre o tema.

Martinho da Vila: o cantor foi diagnosticado com um câncer na próstata em 2001, após fazer um exame de toque. Passou, então, por uma cirurgia para a retirada da glândula e por tratamento. Recuperado, faz questão de afirmar que teve sorte por ter descoberto a doença no início e que a cirurgia não o deixou impotente. Ele também aconselha todo homem, a partir dos 40 anos, a fazer o exame de toque retal

Neguinho da Beija-Flor: um dos mais famosos puxadores de samba do país descobriu que estava com câncer em 2009, após ter um forte sangramento. Passou por uma cirurgia onde perdeu cerca de 40 cm de intestino e, em seguida, por várias sessões de quimioterapia. Quase ficou de fora do Carnaval de 2010, mas em 2011 já se apresentava normalmente. Porém, ele continua fazendo exames periódicos para se certificar de que está tudo bem.

Norma Blum: atriz conhecida por várias novelas de época como “Senhora” e “Escrava Isaura” lutou contra a doença por quatro anos. O primeiro diagnóstico de câncer, de mama, veio em 2008 e ela começou o tratamento imediatamente, obtendo sucesso. No entanto, em 2011, a doença voltou e, o tratamento foi retomado. Em março de 2013, declarou que a doença estava estabilizada.

Patrícia Pillar: considerada uma das mais belas e talentosas atrizes do país, Patricia Pillar descobriu, durante um autoexame em 2001 um nódulo em seu seio esquerdo. Depois de uma cirurgia para a retirada do tumor e sessões de quimioterapia, hoje ela está recuperada e com personagens de sucesso como as vilãs Flora em “A Favorita”, Constância em “Lado a Lado” ou Ângela Mahler em “O Rebu”.

 

Reynaldo Gianecchini: o ator foi diagnosticado com linfoma do tipo não-Hodgkin aos 38 anos, em agosto de 2012. O tumor, que atinge os gânglios linfáticos, foi descoberto em consequência de uma infecção e uma reação alérgica, surgidas após uma cirurgia de hérnia inguinal. Ele então começou seu tratamento no hospital Sírio Libanês. Numa determinada fase, foram retiradas e implantadas células saudáveis da medula óssea em seu organismo, após uma série intensa de quimioterapia. O autotransplante é um recurso usado pelos médicos para permitir a administração de uma dose alta de quimioterapia e é feito depois da químio inicial para evitar uma recaída. O ator se engajou na luta contra a doença e participou de várias campanhas publicitárias ajudando entidades. Atualmente, recuperado, Gianecchini esteve nas novelas “Guerra dos Sexos”, “Em Família” e atualmente em “Verdades Secrertas”.

Hebe Camargo: começou tratamento, em janeiro de 2010, contra um um câncer no peritônio, membrana que reveste os órgãos do abdome, considerado raro, que ela havia recentemente descoberto. Em abril do ano passado, o médico da apresentadora confirmou que ela não apresentava mais sinal da doença e não necessitaria de outras sessões de quimioterapia.

Arlete Salles: a atriz que atualmente vive Consuelo em “Babilônia” descobriu um câncer em 2014. “É muito doloroso. Mesmo com tantos amigos me apoiando, é solitário, devastador. É como atravessar um pântano” – disse ela à revista Contigo! Hoje Arlete já está curada.

Anúncios

Um comentário em “Reviva: Famosos que enfrentaram o câncer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s