Insensatez – capítulo 12

labios_com_rosa_vermelha-36595 cópia


Personagens:

Giuseppe Gouveia

Giane Gouveia

Fernanda Gouveia

Rayssa Gouveia

Francisco Gouveia

Amon Gouveia

Catarina Gouveia

Amelie Fontana

Sérgio Ramos

Marcos Rodrigues

Vânia Rodrigues

Roberto Carvalho

Marta

Thamires Lima

Henrique

François Le Blanc

Monique Le Blanc

Claude Le Blanc

Cecile Le Blanc



Capítulo 12

Cena 1

Apartamento de Marcos

FERNANDA: Agora que está tudo bem comigo, preciso ver o que vou fazer para concertar as besteiras de minhas irmãs.

MARCOS: Meu amor… A vida é delas, elas sabem o que fazem… Não se mete.

FERNANDA: O que elas fazem pode refletir na incorporadora e até na minha vida sim… Eu preciso demitir Sérgio…

MARCOS: E como você vai fazer isso? Agora ele trabalha para Francisco.

FERNANDA: Você vai me ajudar… Vai colocar qualquer coisa de valor nas coisas desse rapaz e eu vou acusa-lo de roubo.

MARCOS: Nanda… Não concordo com isso.

FERNANDA: E por que não? É a melhor forma de coloca-lo pra fora.

MARCOS: Mas ele vai ser acusado injustamente…

FERNANDA: Nem tanto assim… Ele já causou muitos problemas na minha família.

MARCOS: Eu não posso te apoiar nisso…

FERNANDA: (olha Marcos, séria) Se você não tem coragem pra isso, me viro sozinha.

VÂNIA: (entra, sorri) Fernanda querida! Como você está?

FERNANDA: Bem Obrigada…

VÂNIA: Que bom, meu filho eu vou preparar aquele macarrão que você adora… Fernanda, você quer vir aprender?

FERNANDA: (sorri) Não Vânia, eu não gosto de cozinhar.

VÂNIA: Não!… Mas você vai se cara com meu filho… Como vai cuidar dessas coisas que uma boa esposa deve fazer.

FERNANDA: (olha Marcos sorri, olha Vânia) Eu vou me casar com Marcos, mas não vou ser dona de casa, eu tenho dinheiro suficiente para contratar cozinheira, empregada, mandar as roupas para lavar, passar… Essas coisas que dona de casa faz, eu pago para fazerem por mim.

VÂNIA:… Com licença. (vai para a cozinha).

FERNANDA: (da risada) Aposto que ela me xingou em pensamento.

MARCOS: (sorri) Não ligue pra ela meu amor.

FERNANDA: (abraça Marcos) Eu só vou para a cozinha quando me da vontade e sempre é quando meu pai vai para a cozinha, adoro ajudar ele.

MARCOS: (abraçado sorri) É mesmo? E o que vocês fazem?

FERNANDA: O mais fácil, massa. (da risada, olha Marcos) Não conta pra ela e nem se alegre porque eu não vou ser uma dona de casa.

MARCOS: E nem eu quero isso, quero a minha Fernanda, a minha chefe. (da risada).

FERNANDA: Ótimo, aliás, você faltou dois dias na incorporadora.

MARCOS: Seu pai deixou.

FERNANDA: Então está bem.

MARCOS: (sorri) Você já iria descontar no meu salário não é?

FERNANDA: Sim, tenho que dar o exemplo aos outros funcionários, eu sou sua noiva fora da incorpora, dentro dela você é meu empregado.

MARCOS: Eu sei dona Fernanda. (sorri, beija Fernanda).

Cena 2

Mais Tarde

Apartamento de Roberto

ROBERTO: (entra).

THAMIRES: (se aproxima sorri) Como vai Roberto?

ROBERTO: (olha muito Thamires) O que você está fazendo aqui?

THAMIRES: Eu pedi ao porteiro que me deixasse entrar para fazer surpresa.

ROBERTO: Eu quero que você saia daqui!

THAMIRES: Meu amor eu vim falar com você…

ROBERTO: Seu amor?… Você me traiu! Eu fiquei muito mal por sua causa!

THAMIRES: Roberto… Eu me arrependi muito… Eu te amo, me perdoa por favor.

ROBERTO: (fica com vontade de chorar) Se você não sair por bem, vai sair por mal.

THAMIRES: Eu não saio daqui sem que você me ouça.

ROBERTO: (sai do apartamento, chorando, desesperado, sai do prédio, na rua não sabe para onde ir, pega o celular, está desesperado) Fernanda…

FERNANDA: (olha Marcos, disfarça) Oi…

ROBERTO: (chorando) Preciso da sua ajuda… Por favor…

FERNANDA: (preocupada) O que você tem?

ROBERTO: (ofegante, se senta na calçada) Por favor me ajuda…

FERNANDA: Fica calmo… Onde você está?

ROBERTO: Na rua onde moro… Por favor… Preciso de você.

FERNANDA: Estou indo… (desliga).

ROBERTO: (se encolhe na calçada).

Cena 3

Apartamento de Marcos

MARCOS: Quem era? O que aconteceu?

FERNANDA: (se levanta)… Meu pai, ele não está se sentindo bem e eu vou ter que ir vê-lo.

MARCOS: Eu vou com você.

FERNANDA: Não precisa meu amor, papai não está em casa. (beija Marcos, sai).

MARCOS: (pensativo).

FERNANDA: (no elevador, liga para Giuseppe) Papai preciso de um favor… Vá para a casa e não atenda Marcos… Eu preciso ir ver uma pessoa e disse que você não estava bem.

GIUSEPPE: Mas meu amor…

FERNANDA: Por favor papai é urgente.

GIUSEPPE: Está bem Fernanda, depois quero saber o que está acontecendo.

FERNANDA: Obrigada! Te amo. (desliga, sai do elevador, sai do prédio, pega um taxi).

Cena 4

Clube

AMELIE: (chega, entra em uma sala).

AMON: Eu só vim aqui porque você disse que era importante.

AMELIE: E é… (sorri) A sua querida Giane… Comprou uma cobertura para Sérgio.

AMON:… (olhando Amelie) Isso é sério?

AMELIE: Sim e eu soube por uma fonte segura… Temos tudo para armar e fazer Francisco ver a biscate que Giane é.

AMON: (fica nervoso)… Giane está passando dos limites! Quando ela fez isso?

AMELIE: Hoje.

AMON: (pensativo)… Esse rapaz vai ser um problema para mim.

AMELIE: Uma coisa de cada vez… Primeiro temos que fazer com que Francisco se separe de Giane, depois eu te ajudo com o Sérgio e você fica com essa vadia, vocês se merecem.

AMON:… Feito… Dessa vez eu me vingo de Giane e depois a conquisto novamente… Ela vai pagar pelo que está fazendo comigo e nós vamos ter mais uma aliada… Rayssa.

AMELIE: Você já falou com ela?

AMON: Ainda não, mas vou falar hoje.

AMELIE: (sorri) Francisco vai ficar arrasado e eu vou consolar ele.

Cena 5

Consultório Médico

GIANE: Doutor… Eu vim fazer esses exames porque no segundo aborto que fiz teve aquele problema… E eu quero saber se vou ter dificuldade para engravidar quando eu quiser.

MÉDICO: Provavelmente você terá dificuldades eu tinha te avisado antes de você fazer o aborto.

GIANE: Eu sei… Por isso estou aqui, mas eu peço que quando os resultados saírem você ligue somente no meu celular, não quero que ninguém saiba de nada.

MÉDICO: Você sabe que pode confiar em mim Giane.

GIANE: Que bom…

Cena 6

Rua

FERNANDA: (desce do taxi, procura Roberto).

ROBERTO: (está sentado na calçada encolhido).

FERNANDA: (se aproxima) Roberto…

ROBERTO: (abraça Fernanda, chora muito).

FERNANDA: O que aconteceu? (abraçada preocupada).

ROBERTO: (olha muito Fernanda) Thamires… Está no meu apartamento.

FERNANDA: Mas que cara de pau… Como ela entrou?

ROBERTO: O porteiro deixou… Fernanda… Eu não quero ver essa mulher… Não quero.

FERNANDA: Fica calmo Roberto… Você tem que enfrentar isso…

ROBERTO:… Como?

FERNANDA: Vamos lá… Deixa comigo, e você não chore na frente dela entendeu.

ROBERTO:… Vou tentar, mas é mais forte do que eu.

FERNANDA: Mais forte nada, vamos lá. (entra com Roberto no prédio).

Cena 7

Apartamento de Roberto.

THAMIRES: (esta tomando vinho).

FERNANDA: (entra com Roberto).

THAMIRES: (olha Fernanda) Quem é essa Roberto?

FERNANDA: (encara Thamires) Eu sou namorada de Roberto e ele me contou da sua invasão.

THAMIRES: Namorada?… Nossa Roberto, seu gosto por mulheres regrediu.

FERNANDA: (sorri) Escuta aqui, se você não for embora agora eu vou chamar a policia.

THAMIRES: E vai me acusar de que? Eu não invadi.

ROBERTO: Invadiu sim… Eu o dono do apartamento não sei quem você é.

FERNANDA: (sorri) Não conheço você também…

THAMIRES:… Roberto eu preciso falar com você…

FERNANDA: (empurrando Thamires para fora) Mas ele não quer ouvir!

THAMIRES: Não toca em mim!… Eu vou voltar Roberto… Tenho algo importante para te falar…

FERNANDA: (bate a porta na cara de Thamires, olha Roberto) Você tem problemas… Uma louca que sabe onde você mora e que quer falar com você.

ROBERTO: (abraça forte Fernanda) Obrigado! Eu fiquei tão descontrolado quando dei de cara com essa mulher que fiquei sem rumo.

FERNANDA: (abraçada) Da próxima vez encontre seu rumo e jogue essa fulaninha no rumo dela.

ROBERTO: (olha muito Fernanda)… Adorei quando você disse que era a minha namorada…

FERNANDA: (se afasta) Eu disse isso para ela ir embora… Agora que ela já foi, também vou.

ROBERTO: (beija Fernanda).

FERNANDA: (beijando Roberto).

ROBERTO: (beijando Fernanda, começa a tirar a camisa).

FERNANDA: (ofegante beijando Roberto).

ROBERTO: (olha muito Fernanda, acaricia o corpo dela).

FERNANDA: (fecha os olhos, sentindo).

ROBERTO: (deita Fernanda no sofá, a beijando).

FERNANDA: (beijando Roberto, o olha muito) Não posso… (empurra Roberto, se levanta ofegante).

ROBERTO: Por que não…

FERNANDA: E você ainda pergunta… Boa sorte doutor. (sai).

ROBERTO: (fica chateado).

Cena 8

Á Noite

GIANE: (está de carro com Sérgio, para em frente á um prédio, sorri) Adivinha o que eu comprei hoje?

SÉRGIO: (sorri) Nosso apartamento…

GIANE: Comprei uma cobertura linda para nós.

SÉRGIO: Cobertura?… Giane você exagerou…

GIANE: Ai que nada, (sorri) Vem, quero que você veja. (desce do carro com Sérgio, entram no prédio).

Cena 9

Cobertura

GIANE: (entra com Sérgio).

SÉRGIO: (olhando a cobertura)… É muito bonita…

GIANE: (abraça Sérgio) O que foi meu amor?

SÉRGIO: Você não deveria ter gasto tanto com algo que vai ser usado poucas vezes.

GIANE: (sorri) Não vai não… Tudo isso… É para você meu amor, (olha muito Sérgio) Essa cobertura é sua.

SÉRGIO: (olha sério para Giane) Eu não quero.

GIANE:… Sérgio… Aceita por favor… Eu comprei com todo carinho para você… Eu quero te dar isso.

SÉRGIO: Sabe qual é a impressão que eu tenho? Que você quer me comprar… Não precisa nada disso, eu amo você.

GIANE: (sorri) Meu amor… Eu também te amo e não quero te comprar, eu só quero te presentear, aceita Sérgio… Essa cobertura é sua, está em seu nome, aqui será o começo da nossa vida juntos.

SÉRGIO: (olhando Giane)… Você é louca sabia?

GIANE: (da risada) Você ainda não viu nada meu amor… Então… Aceita? (faz biquinho, sorri).

SÉRGIO: (olha em volta, olha Giane) Tá… Aceito.

GIANE: (fica feliz beija muito Sérgio) Que bom meu amor!

SÉRGIO: (sorri) Te amo muito.

GIANE: (sorri sedutora) Eu também… Agora… Vamos lá dentro inaugurar a cama… (beija Sérgio).

Cena 10

Mansão Gouveia

Sala

FRANCISCO: Eu não consigo falar com Giane…

GIUSEPPE: Ela saiu e me disse que não vai demorar.

FRANCISCO: Para onde ela foi?

GIUSEPPE: Ela não me disse.

FERNANDA: (entra)

GIUSEPPE: Nós precisamos conversar Fernanda…

FERNANDA: Vamos para meu quarto… Oi Francisco.

FRANCISCO: Oi.

FERNANDA: (sobe as escadas com Giuseppe).

Cena 11

Apartamento de Amon

RAYSSA: (entra)

AMON: Que bom que você veio.

RAYSSA: Estou perdendo uma festa, mas… Você disse que tinha algo importante para me dizer, o que é?

AMON: Você sabia que Giane comprou uma cobertura para Sérgio?

RAYSSA:… (sorri) Bem típico dela…

AMON: Pois é… Dessa vez temos como fazer com que Francisco acredite em nós.

RAYSSA: Por quê? Ele ganhou um cérebro?

AMON: Não, mas a Giane colocou a cobertura no nome do Sérgio… Amelie vai fazer com que Francisco descubra isso.

RAYSSA: E o que eu tenho com tudo isso?

AMON: Você vai contar tudo o que aconteceu para Francisco amanhã, quando ele voltar da incorporadora e vai passar á ele o endereço da cobertura.

RAYSSA: (sorri) Entendi… Eu vou fazer isso com todo o prazer.

Cena 12

Mansão Gouveia

Quarto de Fernanda

GIUSEPPE:… Minha filha… Você não pode se envolver com esse médico.

FERNANDA: Eu sei papai… Eu… Amo Marcos… Mas… Quando estou com Roberto…

GIUSEPPE: (olhando Fernanda) Quando você estiver com ele lembre-se de seu noivo, da sua família e dos negócios. (acaricia o rosto de Fernanda) Não faça nada do que vá se arrepender… Você não pode fazer isso… Entendeu?

FERNANDA: Claro papai…

GIUSEPPE: Você é meu orgulho…

FERNANDA: (sorri).

GIUSEPPE: Boa noite. (beija a testa de Fernanda, sai).

FERNANDA: (fica com vontade de chorar)… Não posso fazer nada do que vá me arrepender depois…

Cena 13

No dia seguinte

Incorporadora Gouveia

Sala de Francisco

AMELIE: (entra) Bom dia Francisco.

FRANCISCO: Bom dia.

AMELIE: Eu tenho uma coisa importante para te falar…

FRANCISCO: Pode falar.

AMELIE: Eu sei que não deveria me meter na sua vida particular mas…

FRANCISCO: O que foi?…

AMELIE: Ontem… Dona Giane comprou uma cobertura.

FRANCISCO: Apesar de não entender porque ela fez isso, não vejo problema algum o dinheiro é dela, como você soube disso?

AMELIE: Ligaram aqui para confirmar algumas coisas… E uma delas foi se Sérgio Ramos trabalha aqui.

FRANCISCO: O que Sérgio tem com isso?

AMELIE: (olhando Francisco)… Dona Giane comprou a cobertura para ele.

FRANCISCO: (olha muito Amelie) Como é?…

AMELIE: A cobertura que dona Giane comprou ontem… Ela colocou no nome de Sérgio.

FRANCISCO: (olhando Amelie).


FIM DE CAPÍTULO


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s