Globo 50 Anos: Caminho das Índias

Primeira novela brasileira a vencer o Prêmio Emmy Internacional, Caminho das Índias se passava na Índia e no Brasil, com duas tramas centrais em cada país. A novela teve como ponto de partida a paixão proibida entre dois jovens indianos de origens distintas: Maya Meetha (Juliana Paes), pertencente a uma tradicional família da casta dos comerciantes, e Bahuan (Márcio Garcia), rapaz que está se formando nos Estados Unidos, é funcionário de uma empresa americana, mas nunca esqueceu as humilhações que sofreu na infância por ser um dalit, um intocável – que, segundo os textos sagrados hindus, é oriundo da “poeira aos pés do deus Brahma”, considerado impuro e condenado a nem mesmo tocar com sua sombra um integrante das castas. Aos dalits estão reservados os trabalhos mais pesados e insalubres, além de um destino miserável.

Filho de dois empregados intocáveis que foram queimados em uma fogueira por terem tocado o seu patrão, enquanto esse se banhava, Bahuan é adotado, ainda menino, pelo brâmane Shankar (Lima Duarte) – integrante da casta mais alta da sociedade indiana –, que escandaliza os mais tradicionais por conta de sua atitude. Mestre e pai de criação de Bahuan, Shankar quer lhe deixar todo o seu patrimônio e se refugiar em meditação nas montanhas do Himalaia. Shankar e Bahuan, ao longo da trama, sofrem com o preconceito de muitos conservadores, como o comerciante Opash Ananda (Tony Ramos), seguidor ferrenho dos textos sagrados.

Maya, filha de Manu (Osmar Prado) e Kochi (Nívea Maria), apaixona-se por Bahuan quando está prestes a fazer um casamento arranjado com Raj (Rodrigo Lombardi), filho de Opash e Indira (Eliane Giardini). Ambos não se conhecem, mas seus pais seguem à risca as tradições, como o costume de casar os filhos com pessoas de sua aprovação. Para isso, respeitam as indicações do sacerdote Pandit (José de Abreu).

Ignorando que Bahuan é um dalit – com medo de perder a amada, ele guarda segredo sobre suas origens –, Maya se envolve cada vez mais com o rapaz. Mesmo quando a verdade vem à tona, ela sustenta o seu amor, encontrando-se com ele às escondidas. Maya ainda tenta fugir com Bahuan para os Estados Unidos, mas ele parte sozinho para fazer fortuna, prometendo voltar para buscá-la.

Algum tempo depois, ela descobre que está grávida. Como não consegue se comunicar com Bahuan, e pressionada pelos pais, casa-se com Raj, escondendo de todos, inclusive de sua própria família, que espera um filho de um dalit. Ela ainda tenta contar tudo a Raj, mas só consegue dizer que não é mais virgem, o que o rapaz encara com naturalidade. Apesar de apegado às tradições, Raj já viajou para outros países e tem um pensamento mais moderno que o de sua família.

Mas Raj também se casa apaixonado por outra mulher. Em suas frequentes viagens a negócios para o Rio de Janeiro, ele conheceu a brasileira Duda (Tânia Khallil), com quem fez planos para o futuro. O indiano, porém, não tem coragem de enfrentar os pais e romper com a tradição familiar, e termina o relacionamento amoroso para se casar com Maya. Duda descobre que está grávida e tenta falar com Raj, mas esbarra na resistência de Opash, que faz o que pode para que ninguém de sua família tome conhecimento do fato. O comerciante promete garantir os direitos da criança em troca do silêncio de Duda e, usando também o argumento de que a notícia destruirá a felicidade de Raj, consegue convencer a brasileira a manter segredo sobre a paternidade de seu filho. Tempos depois, Duda se envolve com o médico brasileiro Lucas (Murilo Rosa), que assume o filho como seu.

Após o casamento, Maya vai morar na casa dos sogros, como manda o costume. Lá também vivem Laksmi (Laura Cardoso) e Karan (Flávio Migliaccio), mãe e tio de Opash, além dos outros três filhos de Opash e Indira – Ravi (Caio Blat), Shanti (Carolina Oliveira) e Amitav (Danton Mello), o mais velho, casado com Surya (Cleo Pires), com quem tem uma filha, a menina Anusha (Karina Ferrari). Surya transforma a vida de Maya em um inferno, principalmente depois que esta conta a todos que espera um filho de Raj. Segundo as tradições, o nascimento de um neto, do sexo masculino, “abre as portas do paraíso” para o avô, e é como uma garantia da perpetuação do nome da família. Opash recebe Maya e, depois, o bebê Niraj, como uma bênção dos deuses, ignorando que acolhe em sua casa o filho de um dalit.

A vida de Maya com os Opash é tumultuada. Ela sofre com as implicâncias da sogra Indira, que simula desmaios quando tem de enfrentar problemas familiares; a perseguição da amargurada Laksmi, que vive cobrando austeridade e obediência cega às tradições, tanto do filho e dos netos quanto de suas mulheres; e, principalmente, com as armações de Surya, que inveja sua posição, pois sempre tentou ter um filho e nunca conseguiu. Surya conta com a ajuda de Durga (Paula Pereira), empregada da família que, embora contrafeita, obedece à jovem patroa. Por duas vezes, Surya simula uma falsa gravidez. Na primeira, finge perder o bebê. Já na segunda ocasião, passa a usar uma barriga falsa e faz um acordo com uma mulher pobre e grávida para, em troca de ajuda financeira, ficar com o bebê assim que ele nascer. Como a mulher só teve filhos homens, Surya tem certeza de que a criança será um menino. Ao longo da trama, Surya faz muitas intrigas contra Maya, e chega a chantageá-la quando descobre que Niraj é filho de Bahuan. Ela também usa a seu favor o ciúme que Amitav, seu marido, tem em relação a Raj, e vive incitando-o contra o irmão e a cunhada.

Mesmo com tantos percalços, a alegria também está presente na casa de Opash. Volta e meia, os personagens dançam e celebram a vida, fazendo coreografias próprias das danças indianas; principalmente as mulheres e meninas, que desde pequenas são treinadas para dançar para a família e seus futuros maridos.

Maya consegue ter seu filho e manter segredo sobre a paternidade com a ajuda de sua mãe, Kochi. Quando esta descobre que o bebê que a filha espera não é de Raj, passa por cima das tradições e, para defender a filha e o nome de sua família, leva Maya para ter o bebê longe de casa, em uma região do interior do estado, para não levantar suspeitas. Todos pensam que a criança será prematura e, portanto, Maya não poderia dar à luz um bebê com o peso normal. Quando a família de Raj vai visitar mãe e filho, Kochi arruma outra criança para botar no lugar. O período de restabelecimento de Maya até que ela possa voltar para casa é suficiente para a troca das crianças, como se o bebê tivesse crescido; assim, a família Opash é ludibriada.

O casamento de Maya e Raj também é atribulado por conta do sentimento de culpa da indiana, que vive atormentada por esconder a verdade do marido. Já apaixonada por Raj, Maya sofre com as investidas de Bahuan, que volta ao país e passa a procurá-la, não raro causando situações embaraçosas e desafiando Raj a todo momento, sem que este entenda as atitudes do dalit. Bahuan não sabe que é pai de Niraj, mas não se conforma por ter perdido Maya. Por ter sofrido preconceito desde a infância, ele alimenta sentimentos de ódio e vingança contra ela e os Ananda, sendo constantemente rechaçado pela família de Opash por conta de sua origem.

Em determinado momento da trama, Bahuan se envolve com a filha de um rico banqueiro, Shivani (Thayla Ayala), uma jovem indiana moderna e sofisticada, que estudou no exterior e não segue as tradições.

Embora tente demover Bahuan de seus planos, orientando-o a seguir o seu caminho e buscar a paz, Shankar sempre se coloca em sua defesa quando ele sofre discriminação por ser um dalit. Adepto de uma releitura dos textos sagrados e de uma maior harmonia entre os homens, independentemente de classes sociais, Shankar se transforma no principal inimigo de Opash, que atribui ao brâmane a responsabilidade pelos desvios de conduta na sua família. Além disso, em nome da igualdade social, Shankar apoia a dalit Puja (Jandira Martini) nas eleições para representante da comunidade. Puja tem como oponente Opash, que é apoiado pelos que defendem a manutenção do sistema de castas.

Uma história do passado também une Shankar à família de Opash. Ninguém desconfia, mas ele viveu um romance com Laksmi, mãe de Opash, quando eram jovens. Impedidos de levar adiante a relação, os dois quase fugiram juntos. No entanto, dividida entre o amor e o respeito às tradições, Laksmi recuou, casando-se com um pretendente escolhido por seus pais. Shankar permaneceu solteiro.

No Brasil

A trama principal no Brasil gira em torno dos irmãos Raul (Alexandre Borges) e Ramiro (Humberto Martins). Eles vivem às turras gerenciando o império que o pai, Cadore (Elias Gleizer), construiu durante toda uma vida. Ao se aposentar, o empresário passou o negócio para o nome dos filhos, sem imaginar que deixaria de ser consultado sobre os rumos da organização, e que provocaria uma cisão na própria família.

Diferentemente dos costumes indianos, em que os mais velhos são reverenciados pelas gerações seguintes, os brasileiros não têm o mesmo apreço pelos idosos: Cadore se ressente de falta de atenção e de não poder interferir nas discussões entre os filhos.

Raul é casado com Silvia (Débora Bloch), com quem tem uma filha, Júlia (Vitória Frate). Entediado com sua própria vida e desgostoso com o irmão, ele desvia uma grande quantia em dinheiro da empresa e deposita em uma conta no exterior, mas não sabe o que fazer depois. Até que conhece Yvone (Letícia Sabatella), amiga de adolescência de Silvia, que vem passar alguns dias no Rio de Janeiro. Bela, sedutora e aparentemente muito generosa, Yvone é, na verdade, uma psicopata, capaz de tudo para atingir seus objetivos. Dissimulada, ela seduz Raul, faz intrigas contra Silvia, Ramiro e Murilo (Caco Ciocler) – melhor amigo de Raul e seu braço direito na empresa –, e o convence a simular a própria morte, assumir outra identidade e partir para Dubai. Sem despertar a desconfiança de ninguém, Yvone vai ao seu encontro no exterior.

Yvone é cúmplice de Mike (Odilon Wagner) nos golpes. Os dois costumam seduzir homens ou mulheres casados para depois chantageá-los em troca de muito dinheiro. Em Dubai, ela continua enganando Raul – que, a essa altura, já assumiu a falsa identidade de Humberto Cunha – até conseguir localizar a conta onde ele fez o depósito. Como ainda mantém relações com Silvia, Yvone mente para Raul, dizendo que está tudo bem com sua família no Brasil.

Mas a suposta morte de Raul e o sumiço do dinheiro da empresa provocam uma reviravolta na vida de Silvia e Júlia. Pressionadas por Ramiro, mãe e filha perdem tudo o que tinham, são obrigadas a deixar a casa onde moravam e a reaprender a viver de uma forma bem mais modesta. As duas vão morar na casa de Murilo e sua irmã, Tônia (Marjorie Estiano). Silvia, que havia abandonado a carreira para se dedicar ao casamento, arruma um emprego de professora. Aos poucos, vai se aproximando de Murilo, e os dois engatam um romance, depois se casam. Júlia, revoltada com o tio, a quem culpa pelas mudanças em sua vida, se envolve com Beca (Java Mayan) e sua turma de marginais.

Inconformado com o sumiço do dinheiro da empresa, Ramiro chega a desconfiar de um golpe praticado por Silvia e Murilo, e suspeita até mesmo de Raj, que mantém negócios com a empresa Cadore. A desconfiança tem início quando a investigação feita para localizar o dinheiro desviado chega a Maya: no início da trama, ela trabalhava como operadora de telemarketing na Índia, e era com ela que Raul mantinha contato para fazer suas transações. Cadore, com a ajuda da neta, Inês (Maria Maya), tem importância crucial na investigação.

No Rio, Yvone e Mike aplicam o mesmo golpe em Nanda (Maitê Proença), esposa de Haroldo (Blota Filho), executivo da Cadore. Enquanto Yvone se faz de amiga da vítima e a estimula a viver uma relação fora do casamento, Mike, com o nome de Eric, seduz Nanda e depois a chantageia.

Ao mesmo tempo em que investe em Nanda, Mike se envolve com Chiara (Vera Fischer), a melhor amiga de Duda, mulher independente, dona de um centro de estética. Ele se encanta verdadeiramente por ela, e está disposto a largar os golpes para viver a seu lado.

Com a ajuda do indiano Gopal (André Gonçalves), que trabalha como motorista em Dubai para juntar dinheiro para o enxoval de Lalit, sua filha – Gopal é casado com Durga –, Raul consegue arranjar subempregos para sobreviver. Os dois viram cúmplices em um plano para localizar Yvone e recuperar o dinheiro roubado. Depois de muita procura e algumas artimanhas, desembarcam no Brasil, e Gopal consegue se infiltrar como garçom na empresa Cadore e, também, no hotel onde Yvone está hospedada. Gopal e Raul se hospedam em um hotel barato na Lapa, no centro do Rio, onde Raul é obrigado a viver escondido, trabalhando como catador de lixo; reconhecido, seria preso imediatamente por falsa identidade e por ter simulado a própria morte.

Os dois, finalmente, encurralam Yvone, e ela não tem outra saída a não ser devolver todo o dinheiro, guardado no fundo falso de uma mala. Raul dá a Gopal a quantia prometida e, antes de sair definitivamente do país, tenta encontrar o pai, Cadore. Raul, porém, é confundido com Ramiro, e sequestrado pela turma de Beca, num plano arquitetado por Júlia para se vingar do tio. Após chegar ao cativeiro, no entanto, ela descobre que aquele homem encapuzado é seu pai. A jovem é expulsa do local por Beca, que, descobrindo o engano, decide matar Raul. Júlia vai à polícia, conta toda a história e leva o delegado e os policiais ao local. Beca e seus comparsas vão presos.

As investigações sobre o dinheiro desviado da Cadore e a chantagem sofrida por Nanda levam a polícia a Mike. Ele e Yvone eram procurados pela Interpol pelos golpes praticados no exterior. Yvone também é presa, não sem antes levar duas surras de Silvia. Uma, quando esta descobre o envolvimento da suposta amiga no golpe aplicado em Nanda, e que Yvone não passa de uma estelionatária que roubou até mesmo a própria família. A outra, já na delegacia, quando toma conhecimento de toda a história envolvendo Yvone e Raul.

Também é na delegacia que Cadore, emocionado, reencontra o filho que julgava morto. Ramiro, por sua vez, desconta toda sua fúria no irmão. Assim como Silvia, que não perdoa o ex-marido pela traição. Raul demonstra sincero arrependimento por ter feito todos sofrerem. Com a ajuda do pai, consegue um advogado.

Após descobrir a verdade sobre Mike, com quem, inclusive, partira em uma viagem romântica, Chiara convida Nanda para trabalhar em seu centro estético e recomeçar sua vida.

PRODUÇÃO

As gravações tiveram início na Índia, em outubro de 2008, com a participação dos atores Juliana Paes, Márcio Garcia, Rodrigo Lombardi, Tony Ramos, Lima Duarte, Ísis Valverde e Betty Gofman, sob direção de Marcos Schechtman e Fred Mayrink. O elenco gravou em Jaipur, conhecida por suas paredes cor de rosa, e Agra, famosa pelo Taj Mahal.  – Alexandre Borges, Letícia Sabatella e André Gonçalves gravaram em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Imagens sem elenco feitas em Varanasi – onde se localiza o Rio Ganges –, Mumbai e Jodhpur também ajudaram a ambientar a trama.

Cerca de 40 pessoas da equipe da novela participaram das gravações, que contaram com a parceria de uma produtora local.

Caminho das Índias foi a primeira novela a realizar em estúdio todas as cenas em que personagens passeavam de carro, através do recurso conhecido como back projection, que trabalha com a projeção de imagens em uma tela, proporcionando sensação de movimento.

Bonecos foram produzidos pela equipe de efeitos especiais para serem queimados na cidade cenográfica do Rio Ganges, imitando os rituais de cremação comuns em Varanasi. Um gás especial foi desenvolvido para as cenas.

O mundo virtual foi retratado através da personagem Val (Rosane Gofman), que vivia suas fantasias através de um avatar criado em um programa similar ao Second Life.

FIGURINO E CARACTERIZAÇÃO

A profusão de cores presentes na Índia orientou o trabalho das equipes de figurino e maquiagem da novela, que também lançaram mão da licença poética para caracterizar os personagens. O vestuário tradicional, geralmente usado em rituais, foi levado para o dia a dia, para enfatizar a cultura indiana descrita no texto.

As mulheres do núcleo indiano ganharam vestimentas com tonalidades fortes e os homens, com cores mais sóbrias. Sáris e punjabis – conjunto de calça e bata comprida – compunham os figurinos femininos. Filmes de Bollywood e publicações internacionais sobre moda serviram de referência para o vestuário masculino.

CURIOSIDADES

Retratar peculiaridades da cultura indiana em contraponto aos hábitos e costumes do Brasil foi uma das premissas da autora Gloria Perez ao escrever Caminho das Índias, primeira telenovela brasileira a ganhar o Emmy International Awards. A história se passava na Índia e no Brasil, com duas tramas centrais em cada país, e investiu em campanhas sociais como a inclusão social dos doentes mentais e a educação familiar.

O sistema de castas foi banido pela Constituição indiana, mas ainda persiste em algumas regiões do país.

India – A Love Story: este foi o título com o qual a novela venceu a 37ª edição do Emmy Internacional.

Os atores e parte da equipe de criação da novela participaram de um workshop, durante pouco mais de um mês antes do início das gravações, para se familiarizar com a cultura indiana.

Em abril de 2009, Gloria Perez se afastou da novela durante um período para a retirada de um linfoma na tireoide. A novelista contou com a colaboração temporária de Carlos Lombardi, mas não interrompeu o trabalho.

Mara Manzan, intérprete de Ashima, afastou-se das gravações devido a um tratamento de quimioterapia, voltando a gravar com menos frequência. Na trama, Ashima fez uma viagem à Índia, e Ana (Thais Garayp), prima da personagem, ficou em seu lugar na pastelaria. Mara Manzan faleceu em novembro de 2009, dois meses após a novela.

Eva Todor, a dona Cidinha, também se afastou da trama por problemas de saúde.

A novela popularizou expressões como Are Baba (“Puxa vida!”), Atchá (expressão de satisfação), Baguan Keliê (“Meu Deus!”), Firanghi (palavra pejorativa para estrangeiro, que não segue os costumes do país), Mamadi (mãe), Baldi (pai), Namastê (“o Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você”).

A novela ganhou uma paródia no humorístico Casseta & Planeta, Urgente! chamada Com a Minha nas Índias.

Gloria Perez misturou realidade e ficção ao fazer com que o personagem Indra (André Arteche) tivesse um blog, no qual dava dicas de culinária e lazer e contava suas experiências como adolescente indiano no Brasil, promovendo uma discussão sobre choque cultural.

As atrizes do núcleo da Índia, especialmente Juliana Paes (Maya) e a menina Karina Ferrari (Anusha), tiveram aulas intensivas de bhangra, uma dança típica indiana, para compor seus papéis. Os atores também treinaram. As músicas e danças da novela conferiram um sabor de Bollywood à novela.

A banda Harmonia Enlouquece, cujos integrantes são do Círculo Psicanalítico Brasileiro, onde Bruno Gagliasso fez laboratório para viver Tarso, fez uma participação na história. Na trama, Ademir (Sidney Santiago) tocava em um show da banda, que conseguiu emplacar a canção Sufoco da Vida na trilha nacional da novela.

Rodrigo Lombardi conquistou o público feminino, sendo apontado como um novo galã de telenovelas. O casal Maya e Raj agradou ao público, que passou a torcer pelo romance, e os dois personagens acabaram se transformando no principal par romântico da trama.

Uma vaca despertou a atenção dos telespectadores da novela. Emília, como era chamada na vida real, aparecia em cena sendo alimentada e reverenciada pelo personagem de Tony Ramos (Opash). A vaca é considerada um animal sagrado na Índia.

TRILHA SONORA

Caminho das Índias rendeu quatro CDs e empolgou o público com canções indianas como Beedi, tema de abertura da novela, Chori Chori Gori SeNagada Nagada e Kajra Re, que podiam ser ouvidas em várias cenas, acompanhadas pela dança dos personagens do núcleo indiano ou como fundo musical.

Nacional

Beedi – Tema de abertura
Compositores: Gulzar/ Vishal Bhardwaj
Intérprete: Sukhwinder Singhe Sunidhi Chauhan

Eu Nasci Há 10 Mil Anos Atrás
Compositores: Paulo Coelho/ Raul Seixas
Intérprete: Nando Reis

Para-Raio
Compositores: Nando Reis/ Samuel Rosa
Intérprete: Skank

Uma Prova de Amor
Compositores: Nelson Rufino/ Toninho Geraes
Intérprete: Zeca Pagodinho

Vamos Fugir (Give Me Your Love)
Compositores: Gilberto Gil/ Liminha
Intérprete: Gilberto Gil

Ela Disse
Compositores: Marcelo D2/ Mauro Berman
Intérprete: Marcelo D2  (Partic. especial Thalma de Freitas)

Memórias
Compositores: Pitty
Intérprete: Pitty

Martelo Bigorna
Compositores: Lenine
Intérprete: Lenine

Nada Por Mim
Compositores: Herbert Vianna/ Paula Toller
Intérprete: Paula Toller

Alma 
Compositores: Arnaldo Antunes/ Pepeu Gomes
Intérprete: Zélia Duncan

Sob Medida
Compositores: Chico Buarque
Intérprete: Isabella Taviani

Lembra de Mim
Compositores: Ivan Lins/ Vitor Martins
Intérprete: Emílio Santiago

Amor, Meu Grande Amor
Compositores: Ana Terra/ Ângela Rô Rô
Intérprete: Angela Rô Rô

Não se Esqueça de Mim
Compositores: Erasmo Carlos/ Roberto Carlos
Intérprete: Nana Caymmi e Erasmo Carlos

Feliz 
Compositores: Gonzaguinha
Intérprete: Gonzaguinha

O Vento Vai Responder (Blowin’ in the Wind) –
Compositores: Bob Dylan/ Zé Ramalho
Intérprete: Zé Ramalho

Dois Pra Lá, Dois Pra Cá
Compositores: Aldir Blanc/ João Bosco
Intérprete: Elis Regina

Até Quem Sabe
Compositores: João Donato/ Lysias Enio Oliveira
Intérprete: Nara Leão

Sufoco da Vida
Compositores: Alexandre Machado/ Hamilton de Jesus
Intérprete: Harmonia Enlouquece

Você Não Vale Nada
Compositores: Dorgival Dantas
Intérprete: Calcinha Preta

Internacional:
Halo 
Compositores: Beyoncé Knowles/ E. Kidd Bogart/ Ryan Tedder
Intérprete: Beyoncé

Thinking of You
Compositores: Katy Perry
Intérprete: Katy Perry

Publico 
Compositores:
Intérprete: Orishas

Never Gonna Be Alone
Compositores: Chad Kroeger/ Robert John Lange
Intérprete: Nickelback

Tip of My Tongue
Compositores:
Intérprete: Something Sally (Partic. especial Joss Stone)

Small Talk
Compositores: Even Olsen/ Ovi/ Simen M. Eriksrud
Intérprete: Ovi

To Love You All Over Again
Compositores: David Batteau/ Madeleine Peyroux
Intérprete: Madeleine Peyroux

Sober 
Compositores: Kara DioGuardi/ Marcella Aracia/ Nathaniel Hills/ P!nk
Intérprete: P!nk

Use Somebody
Compositores: Caleb Followill/ Jared Followill/ Matthew Followill/ Nathan Followill
Intérprete: Kings of Leon

Lies 
Compositores: Danny Jones/ Dougie Poynter/ Tom Fletcher
Intérprete: McFly

Madly 
Compositores: Tristan Prettyman
Intérprete: Tristan Prettyman

When and If 
Compositores: Ari Hest
Intérprete: Ari Hest

Lay Lady Lay
Compositores: Bob Dylan
Intérprete: Dan

I’m in the Mood for Love
Compositores: Dorothy Fields/ Jimmy McHugh
Intérprete: Daniel Boaventura

All the Way
Compositores: James Van Heusen/ Sammy Cahn
Intérprete: Ronaldo Canto e Mello

Smoke Gets in Your Eyes
Compositores: Jerome Kern/ Otto Harbach
Intérprete: Oséas

Trilha Complementar: Trilha da Lapa

Eu Vou pra Lapa
Compositores: Claudinho Guimarães/ Serginho Meriti
Intérprete: Alcione

Malandro é Malandro, Mané é Mané
Compositores: Neguinho da Beija-Flor
Intérprete: Diogo Nogueira

Só Faltou Você / Lado a Lado B
Compositores: Claudinho Guimarães/ Serginho Meriti
Intérprete: Leandro Sapucahy

Vaso Ruim
Compositores: Diego Zangado/ Gabriel Azevedo
Intérprete: Casuarina

Tristeza Pé no Chão
Compositores: Armando Fernandes
Intérprete: Teresa Cristina & Grupo Semente

Amor de Verdade
Compositores: Flavio Moreira/ Liete de Souza
Intérprete: Beth Carvalho

Errei 
Compositores: Nilze Carvalho/ Fabiano Salek/ Silvio Carvalho/ Camila Costa
Intérprete: Sururu na Roda

Pretinha Jóia Rara
Compositores: Moysés Marques
Intérprete: Moysés Marques

Chatos em Desfile
Compositores: Jota Canalha
Intérprete: Jota Canalha

Pimenta e Sal
Compositores: Gabriel o Pensador/ André Gomes
Intérprete: Gabriel o Pensador

Puro Êxtase
Compositores: Guto Goffi/ Maurício Barros
Intérprete: Barão Vermelho

Anjo da Madrugada
Compositores: Zé Henrique/ Marcelão/ Sérgio Knust
Intérprete: Babi

Lourinha Bombril
Compositores: Diego Blanco/ Bahiano/ Herbert Vianna
Intérprete: Bangalafumenga

Vou Ficar Legal
Compositores: Sandro Saga
Intérprete: Quatro Fatos

Põe a Música Aê
Compositores: Alex Guedes/ Cléber Lúcio
Intérprete: DJ Alex Guedes

Uma Raiz, Uma Flor
Compositores: Wado/ Alvinho Cabral/ Georges Bourdoukam
Intérprete: Fino Coletivo

Mezcla
Compositores: Léo Leobons
Intérprete: Rio Salsa
 
Trilha complementar: Trilha indiana
Beedi – Sukhwinder Singh, Sunidhi Chauhan
Kajra Re – Alisha Chinoy
Nagada Nagada
 – Sonu Nigam, Javed Ali
Sajna Ve Sajna – Sunidhi Chauhan
Main Vari Vari – Kavita Krishnamurti, Reena Bhardwaj
Mast Kalandar – Sunidhi Chauhan
Chori Chori Gori Se – Abhujeet, Udit Narayan
Salaam-E-Ishq – Sonu Nigam, Shreya Ghoshal, Kunal Ganjawala, Sadha
Salaam – Alka Yagnik
Azeem O Shaan Shahensh – Mohamed Aslam, Bonnie Chakraborty
Bangra Jaya – Alexandre de Faria

DIVULGAÇÃO

Caminho das Índias contou com uma ação virtual de divulgação que acabou sendo premiada pelo Clube de Criação de São Paulo, na categoria Internet Marketing Viral.

Criada pela Central Globo de Comunicação, a ação consistia em vídeos que mostravam Juliana Paes e Márcio Garcia fazendo aulas de ioga. Para a criação dos vídeos foram utilizados recursos de computação gráfica, com fusões entre os corpos dos atores e os corpos dos praticantes de ioga Mário Rossetti da Silva e Carolline Figueiredo Machado. O resultado se espalhou com sucesso pela internet.

AÇÕES SOCIOEDUCATIVAS

Caminho das Índias desenvolveu uma campanha social que tinha como tema os doentes mentais, representados por dois jovens esquizofrênicos, de classes sociais distintas: Tarso (Bruno Gagliasso), filho dos ricos Ramiro (Humberto Martins) e Melissa (Christiane Torloni), e Ademir (Sidney Santiago), filho da humilde empregada Cema (Neuza Borges). Ambos frequentavam a clínica do Dr. Castanho (Stênio Garcia), abrindo espaço na trama para depoimentos verídicos de pacientes.

As reações comuns às famílias que vivenciam essa experiência, o período de negação, as acusações mútuas e a reintegração do jovem à sociedade foram vividos pela família Cadore, levantando um debate sobre o tema e fazendo um contraponto à forma natural com que a loucura é tratada na Índia.

A novela abriu espaço para divulgar artistas como Bispo do Rosário e o profeta Gentileza (interpretado na trama, em participação especial, por Paulo José), além da TV Pinel e de grupos musicais formados por doentes mentais, que têm apoio de músicos da MPB.

A história de Gloria Perez também levantou uma discussão sobre a formação e a educação de crianças e jovens, criticando os pais que não dão limites aos filhos. O assunto foi abordado através de Zeca (Duda Nagle) e seus pais, César (Antonio Calloni) e Ilana (Ana Beatriz Nogueira). Os dois, quando chamados à escola por conta do mau comportamento do rapaz, sempre defendiam o filho e davam um jeito de culpar as professoras e a direção da instituição, julgando as reclamações exageradas. Entre as más ações de Zeca e seus amigos estavam a intimidação de jovens da escola, o desrespeito aos mais velhos e até o espancamento de um aluno.

PRÊMIOS

37º Emmy Awards (2009) – Prêmio conferido pela Academia Internacional de Artes e Ciências Televisivas: 
Melhor Telenovela
Prêmio Extra – Jornal Extra (2009)
Melhor novela
Melhor figurino
Melhor maquiagem
Melhor ator: Rodrigo Lombardi
Melhor atriz: Letícia Sabatella
Melhor ator coadjuvante: Bruno Gagliasso
Melhor atriz coadjuvante: Dira Paes
Melhor tema de novela: Você Não Vale Nada, do grupo Calcinha Preta
Prêmio Extraordinário: Gloria Perez
Tudo de Bom – Jornal O Dia (2009): 
Melhor ator: Bruno Gagliasso
Musa: Letícia Sabatella
Arte Qualidade Brasil (2009):
Melhor novela
Melhor atriz: Juliana Paes
Melhor ator: Rodrigo Lombardi
Melhor atriz coadjuvante: Dira Paes
Melhor ator coadjuvante: Bruno Gagliasso
Melhor autor: Gloria Perez
Melhor diretor: Marcos Schechtman
Melhores do Ano – Domingão do Faustão (2009)
Melhor ator coadjuvante: Bruno Gagliasso
Melhor atriz coadjuvante: Dira Paes
Música do ano: Você Não Vale Nada (Calcinha Preta)
Prêmio Contigo! (12 edição)
Melhor novela
Melhor autor: Gloria Perez
Melhor atriz coadjuvante: Dira Paes
Melhor ator coadjuvante: Bruno Gagliasso
Melhor ator infantil: Cadu Paschoal

FICHA TÉCNICA

Elenco:

Adalberto Nunes – árabe
Adilson Magha – Siro, guru de Shankar (Lima Duarte)
Adriano Garib – repórter
Alcione
Alex Nader – Cabelinho
Alexandre Barbalho – gerente de Mike (Odilon Wagner)
Alexandre Borges – Raul Cadore / Humberto Cunha
Alexandre Liuzzi – Pedro (amigo de Bahuan)
Allan Souza Lima – Hadit, amigo de Bahuan (Márcio Garcia)
Alonso Gonçalves – Fontes
Amanda Leonardo- Yvone menina
Amélia Bittencourt – viúva
Ana Beatriz Nogueira – Ilana
Ana Furtado – Gabi
Ana Paula Bouzas – criada de Laksmi
Anderson Müller – Abel
Anderson Oliveira – Jedidiah
André Arteche – Indra
André Falcão – amante de Norminha
André Gonçalves – Gopal / Mutneja
Aninha Lima – Ciça
Antonio Calloni – César
Antônio Fragoso – candidato
Babu Santana – paciente da clínica do Dr. Castanho (Stênio Garcia)
Bellatrix – Cidinha jovem
Bertrand Duarte – pai de Hamia
Beth Carvalho
Betty Gofman – Dayse
Betty Lago
Bibi Ferreira
Blota Filho – Haroldo (marido de Nanda)
Brendha Haddad – Rani
Bruna Abdalah – Goa
Bruno Gagliasso – Tarso
Cacau Melo – Deva, amiga de Maya (Juliana Paes) e Sonya (Juliana Prado)
Caco Ciocler – Murilo
Cadu Lopes – motorista em Dubai
Cadu Paschoal – Hari
Caio Blat – Ravi
Calcinha Preta (grupo musical)
Carlinhos de Jesus
Carlo Mossi – homem com Raul (Alexandre Borges)
Carolina Oliveira – Chanti
Charle Myara – Delegado
Chico Anysio – Namit
Christiane Torloni  – Melissa Cadore
Christovam Netto – paciente da clínica do Dr. Castanho
Cissa Guimarães – Ruth
Clarisse Derziê – Harima
Claudia Lira – Nayana
Claudia Provedel – enfermeira
Claudio Ayres da Motta – psiquiatra
Clemente Viscaíno – Delegado
Cleo Pires – Surya
Cristiano Cochrane – Cadore jovem
Cyria Coentro – mãe de Bahuan (Márcio Garcia)
Daniel Marques – Marcelo
Danton Mello  – Amithab
Darlan Cunha – Eliseu
Davi Pinheiro – Niraj
Débora Bloch  – Silvia
Deborah Catalani – massagista
Delano Avelar – Sr. Hajari, pai de Rani (Brendha Haddad)
Denise Milfont – Mãe de Rani
Dinho Valladares – amigo de Lucas (Murilo Rosa)
Diogo Nogueira
Dira Paes – Norminha
Doug Valle – Amitav criança
Douglas Campigotto – Marcelo
Douglas Silva – Juliano, amigo de Zeca (Duda Nagle)
Duda Mamberti – Dr. Marcos
Duda Nagle  – Zeca
Duda Ribeiro – Miguel (agente penitenciário)
Dyjhan Henrique – Bahuan criança
Edmilson Silva – porteiro de César (Antonio Calloni)
Eliane Giardini – Indira
Elias Gleiser – Cadore
Elke Maravilha
Emilio di Biasi – Juiz
Erasmo Carlos
Eva Todor –  Dona Cidinha
Fábio Felipe – Rodrigo
Fátima Café – mãe de Deva (Cacau Melo)
Fernanda Caetano – camareira em Dubai
Fernanda Carvalho – Hamia
Flávio Migliaccio – Karan
Francisco Carvalho – Francisco
Gabriel Videla – irmão de Yvone (Letícia Sabatella)
Gabriel Wagner – Amigo de Leinha (Júlia Almeida)
Gabriela Leite (prostituta)
Giselle Tigre – Amiga de Melissa (Christiane Torloni)
Glauce Graieb – mãe do pretendente de Shanti (Carolina Oliveira)
Guilherme Zaiden (comediante e videomaker)
Hamilton de Jesus Assunção (cantor)
Harmonia Enlouquece (conjunto musical)
Helio Ribeiro – Marcos Andrade, advogado Cadore (Elias Gleizer)
Humberto Martins – Ramiro
Isabelita dos Patins
Isis Valverde – Camila
Ivens Godinho – Médico
Ivy de Lima – Xôxa do sinal
Jacqueline Dalabona – Rhada, mãe de Shivani (Thayla Ayala)
Janaína Prado – Sonya, amiga de Maya (Juliana Paes) e Deva (Cacau Melo)
Jandira Martini  – Puja
Java Mayan – Beca, marginal com quem Júlia (Vitória Frate) se envolve
Jayanthy – como ele mesmo, sacerdote hindu
Jayme Del Cueto – Mohandas
João Fernandes – Amarit
João Signorelli – Guru
José Camarano
José de Abreu  – Pandit
José Rubens Chachá – Juiz
Jota Canalha (compositor e sambista)
Julia Almeida – Leinha
Júlia Carrera – paciente da clínica do Dr. Castanho (Stênio Garcia)
Julia Catunda – criadora das Das Doida
Juliana Alves  – Suellen
Juliana Paes  – Maya
Julinho Rego
Júlio Braga – Caminhoneiro
Júnior Prata – gerente do hotel em Dubai
Karina Ferrari  – Anusha
Karol Di Nassif – Laksmi jovem
Lafayette Galvão – Senhor brâmane
Laura Barreto – Lalit
Laura Cardoso – Laksmi
Letícia Sabatella  – Yvone
Lima Duarte – Shankar
Luci Pereira – Ondina
Lucinha Araujo
Luiz Baccelli – Barat Mugdaliar, pai de Shivani (Thayla Ayala)
Luiz Nicolau – Policial
Maitê Proença – Nanda, vítima de Eric/Mike (Odilon Wagner)
Mara Manzan  – Ashima
Marcela Tinti – secretária no centro de estética
Marcelo Borghi – comerciante indiano
Marcelo Brou – Guto
Marcelo Torreão – pai de Amarit (João Fernandes)
Márcio Garcia  – Bahuan
Marcio Vito – Ramu
Marcius Melhem – Radesh
Marco Villela – fiscal da gafieira
Maria Antonieta (professora de dança)
Maria Bethânia
Maria Gladys – Glorinha (cartomante)
Maria Helena Velasco – Aisha
Maria Maya  – Inês
Maria Regina – Mera, falsa mãe de Radesh (Marcius Melhem)
Mariana Xavier – mulher que aborda Maya (Juliana Paes) e Raj (Rodrigo Lombardi) no Rio
Mário Cardoso – Médico
Marjorie Estiano – Tônia
Maurício Gonçalves – Vargas
Miguel Oniga – paciente na clínica do Dr. Castanho (Stênio Garcia)
Milena Toscano – Gilda, ex-namorada de Tarso (Bruno Gagliasso)
Mirinha (cantora)
Murilo Rosa – Lucas
Mussunzinho – Maico
Nahuana Costa – Malika
Nana Caymmi
Neuza Borges – Cema
Nívea Maria – Koshi
Odilon Wagner – Mike / Eric
Orion Ximenes – motorista de táxi
Osmar Prado – Manu Meetha
Paschoal da Conceição – Kori, comparsa de Namit (Chico Anysio)
Patrick Sampaio – irmão de Rani (Brendha Haddad)
Paula Pereira – Durga
Paulo Ascenção – segurança da Cadore
Paulo Carvalho – Médico
Paulo Giardini – pediatra
Paulo José – Profeta Gentileza
Priscila (ex-BBB 9)
Priscila Steinman  – Aninha
Priscilla Marinho – Sheila, empregada de Melissa (Christiane Torloni)
Renata Versiani (bailarina)
Ricardo Tozzi – Komal
Rita Guedes – Delegada
Roberto Frota – Delegado
Rodrigo Lombardi – Raj Ananda
Rodrigo Veronese – Bruno, amigo de Bahuan (Márcio Garcia)
Roney Vilela – Policial
Rosane Gofman – Valquíria (Val)
Rubem de Bem – pai do pretendente de Shanti (Carolina Oliveira)
Samir Murad – motorista
Sarah Ananda – enfermeira
Selma Reis – Matilde
Sergio Guize – paciente da clínica do Dr. Castanho (Stênio Garcia)
Sidney Santiago – Ademir
Silvia Buarque – Berê
Silvio Pozatto – Senhor
Stênio Garcia – Dr. Castanho
Sururu na Roda (grupo musical)
Susana Vieira
Suzana Faíni – Virgínia, mãe de Yvone (Letícia Sabatella)
Tânia Khalil – Duda
Teresa Cristina
Thais Garayp – Dona Ana
Thalita Lippi – Marcinha, da turma de Beca (Java Mayan)
Thayla Ayala – Shivani
Thiago Martins – Shankar jovem
Thiago Soares (bailarino do Royal Ballet de Londres à época da novela)
Tião D’Ávila – pai de Deva (Cacau Melo)
Tony Ramos – Opash Ananda
Totia Meirelles  – Aída
Turíbio Ruiz – Tio Baba
Vera Fischer – Chiara
Victor Fasano  – Dario
Vinicius Vommaro – Miguel, amigo de Zeca (Duda Nagle)
Virgínia Cavendish – Selma, cunhada de Yvone (Letícia Sabatella)
Vitor Belfort
Vitória Frate  – Júlia
Yunes Chami – sacerdote
Zeca Pagodinho

Cenografia: Juliana Carneiro, Alexandre Gomes, Fumi Hashimoto e Ana Mello
Assistência de cenografia: Alexis Pabliano, Alice Carvalho, Andreia Dominguez, Anne Marie, Antonio Pedro Coutinho, Bruna Murab, Celina Bertin,
Claudio Duque, Flavia Yared, Gilmar Ventura, Gioconda Coelho, José Roberto Villar, Katia Florêncio, Livia Castro, Liane Espirito Santo
Renata Romano
Figurino: Emilia Duncan
Assistência de Figurino: Flavia Azevedo, Sabrina Patrocinio, Giovani Targa, Daniela Garcia, Raphael Brick, Herbert Carlos, Bruna Sperle
Equipe de Apoio ao Figurino: Marcelo Chagas, Allan Nacif, Cláudio Luiz, Fátima de Assis, Leila Conceição, Marcelo Henrique, Marcos André, Maria José Alves, Maria Lúcia Leite, Paulo França, Shirley Da Motta, Valdemir Nunes, Paulo Piovesan, Jurema Garcia, Ana Maria Gonçalves, Octacilio Coutinho, Roque Santana, José Cabral, Maria Aparecida
Direção de Fotografia: Elton Menezes
Direção de Iluminação: Luiz Carlos dos Santos Leal, Roberto Soares do Nascimento, Anselmo Silva Marinho
Equipe de Iluminação: Rafael Xavier Fernandes, Carlos Eduardo Gomes, Dorgival Feliz da Silva, Juan Carlos Fructuoso, Alex Sandro Gonçalves, Marco Antonio Costa dos Reis, Luis Antonio do Nascimento, Luis Carlos Ramos, Jair Mathais, Adilson Tavares de Matos, Altino Firmino do Nascimento, Sergio Marcelo da Silva, Gabriel Coelho de Oliveira, Humberto Vicente Correia, Luiz Carlos Gonzaga de Oliveira, Leonardo Simões Papa, Adelino Veiga dos Santos
Direção de Arte: Mário Monteiro
Produção de Arte: Ana Maria de Magalhães e Fernanda Bedran
Assistência de Produção de Arte: Leticia Galm, Mirica Vianna, Paula Scamparini, Rita Vinagre, Lara Tausz, Camila Delamônica
Equipe de Apoio à Arte: Ricardo Paiva, Roberto Morelli, Ricardo Nascimento,
Alexandre Araujo
Produção de Elenco: Daniel Berlinsky
Grupo de Dança: Caroline Pampuri, Edson Alves, Isabela Nogueira, Juliano Emerick, Leandro Lobo, Neuza Abbes, Sandro Rodriguez, Simone Gabriel, Viviani Lopes
Instrutores de Dramaturgia: Iris Gomes, Helena Varvaki e Paloma Riani
Produção Musical: Alexandre de Faria
Direção Musical: Mariozinho Rocha
Caracterização: Marlene Moura e Rubens Libório
Equipe de Apoio à Caracterização: Adriana Alves, Tatiana Cerqueira, Fabricio Sá, Vania Menezes, Sonia Silva, Zuleica Lago, Eliane Farinhas, Janice Lopes, Barbara Silva, Lindomar Pereira, Rosemary Santos, Katia Regina
Edição: Alberto Gouvea, Carlos Thadeu, Carlos Eduardo Kerr, Rosemeire de Barros Oliveira
Sonoplastia: Kesner Puschmann e Samy Lima
Efeitos Visuais: Toni Cid, Mauro Heitor e Mariana Rocha
Efeitos Especiais: Wilson Aquino
Abertura: Hans Donner, Alexandre Pit Ribeiro e Roberto Stein
Direção de Imagem: Marco Antonio Ferreira Pinto
Câmeras: Carlos Rogers de Lima, Rafael Rahal, Marcelo Pereira de Oliveira, Adriano Lemos Gavinho, João Gomez, Pedro Paulo Moreira, Walter do Espírito Santo
Equipe de Apoio à Op. de Câmera: Ataide Junior, Luiz Claudio Ferreira Bravo, Luiz Antonio Cardozo Temperine, Alex Teixeira Muller, Heraldo dos Santos Junior, Randolfo Thomaz Da Silva, João Gurgel
Equipe de Vídeo: Filippe Esteves Bastos, Gabriel Xavier, Andre Fernandes Mendes da Costa, William Marinho Gavião, Carlos Eduardo de Souza Reis, Jefferson Medeiros da Conceição, Pedro Henrique Indio Brasil Dos Santos
Equipe de Áudio: Ronaldo Celso Tavares de Paiva, Enéas Antonio do Nascimento, Jorge Bernardes Marreiros, Sergio Lagoa Neves
Supervisor e Op. Sistemas: Andre Angelo da Almeida, Marco Lourenço, Marcelo Matoski, Marcos Vinicius
Gerência de projetos: Leandro Leão
Supervisão de Produção de Cenografia: Guilherme Senges
Equipe de Cenotécnica: Emanuel Ferreira da Silva, Cristóvam Antonio Felix, Fernando Barcellos, Carlos Serra Vale, Valdomiro Santos
Pesquisa: Giovana Manfredi, Bianca Medeiros, Sandra Regina
Continuidade: Fernanda Borges, Carlos Domingos, Graça Abreu, Monica Gomes, Fernanda Maria Gomes
Assistência de Direção: Alexandre Kemplerer, Lara Araujo, João Paulo Jabur, Davi Lacerda, Fernanda Kadlec, Raquel Valadares
Produção de Engenharia: Marco Gesualdi
Equipe de Produção: Ana Luisa Miranda e Silva, Alex Costa, Carolina Beurmann, Leila Damasceno, Lyvia de Carvalho, Tatiana Medrado, Valter Alves, Antonio Reina
Coordenação de Produção: Cesar Nogueira, Marcelo Martins, Renato Azevedo, Tatiana Poggi, Waldemir Telles Pessoa
Gerência de Produção: Erika da Matta
Direção de Produção: Flávio Nascimento




Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s