Insensatez – capítulo 32 (últimos capítulos)

Sensualidade-Seducao

Personagens:
Giuseppe Gouveia
Giane Gouveia
Fernanda Gouveia
Rayssa Gouveia
Francisco Gouveia
Amon Gouveia
Camilla Gouveia
Amelie Fontana
Sérgio Ramos
Marcos Rodrigues
Vânia Rodrigues
Roberto Carvalho
Marta
Thamires Lima
François Le Blanc
Monique Le Blanc
Claude Le Blanc
Cecile Le Blanc
Jean Le Blanc
Gabrielle Le Blanc



Capítulo 32
Cena 1
Mansão Gouveia
Sala
RAYSSA: (esta de saída).
GIUSEPPE: (entra, a olha) Rayssa você vai sair?
RAYSSA: Vou papai, não aguento mais ficar fechada.
GIUSEPPE: De maneira nenhuma, você não pode sair.
RAYSSA: Papai eu estou me sentindo bem, mas se ficar trancada aqui vou ficar mal.
GIUSEPPE: Uma vez na vida me obedeça.
FERNANDA: (desce as escadas) Rayssa eu preciso falar com você.
RAYSSA: Ninguém merece… Não sei o que é pior, olhar para as paredes do meu quarto ou ouvir Fernanda.
FERNANDA: O que eu tenho á dizer é importante.
RAYSSA: Está bem, mas depois eu vou dar uma volta.
FERNANDA: (entra no escritório).
RAYSSA: (vai com Fernanda).
GIUSEPPE: Mas que teimosa!
Cena 2
Escritório
RAYSSA: O que você quer tanto me falar?
FERNANDA: (olhando Rayssa) Giane misturou outro chá ao seu e por isso você perdeu o bebe…
RAYSSA: (olha muito Fernanda) Como você sabe?
FERNANDA: O seu médico mandou o chá para fazer uma analise e Marta me disse que deixou Giane sozinha na cozinha depois que ela deu um pretexto para Marta sair de lá.
RAYSSA: (as lagrimas escorrem, fica com raiva) Eu sabia!… Eu vou acabar com ela!
FERNANDA: Calma… Francisco e eu já sabemos como parar Giane… E você pode nos ajudar e se vingar ao mesmo tempo.
RAYSSA: Nem sei o que é, mas pode contar comigo!
FERNANDA: (sorri) Então presta atenção em tudo que eu vou te explicar agora.
Cena 3
Casa de François
MONIQUE: (entra nervosa, chorando).
FRANÇOIS: O que aconteceu?
MONIQUE: Nada papai…
FRANÇOIS: Você está chorando… Eu sei que… Nunca fui bom nisso mas quero te ajudar, o que foi?
MONIQUE: Eu… Estava com um amigo… E a namorada dele chegou disse que eu era amante dele… E ela me bateu.
FRANÇOIS: (fica com raiva) Bateu em você… Quem fez isso? (a campainha toca).
EMPREGADA: (vai abrir).
ROBERTO: (entra, olha Monique) Oi… Preciso falar com você.
FRANÇOIS: Quem é você?
MONIQUE: Esse é Roberto… Meu amigo.
FRANÇOIS: Seu amigo… E quem te bateu?
ROBERTO: Foi a Thamires… Monique ela disse muitas mentiras, me deixa te explicar.
FRANÇOIS:… Thamires?… Você é o… Doutor Roberto?
ROBERTO: Sim… Por quê?
FRANÇOIS: (sorri) Esse mundo é pequeno… Mas eu também quero ouvir o que você tem á dizer agrediram a minha filha e antes de fazer o mesmo com essa mulher quero saber toda a história.
Cena 4
Incorporadora Gouveia
Sala de Francisco
AMELIE: (entra sorri) Meu amor hoje á noite eu vou preparar um jantar especial para você.
FRANCISCO: (sorri) É mesmo! Eu já sei que vou adorar, você cozinha muito bem.
AMELIE: (se aproxima de Francisco, o olha muito) É que tudo que eu faço para você é com muito amor… (beija Francisco).
GIANE: (entra, não gosta de ver Amelie e Francisco se beijando)… Com licença.
FRANCISCO: (sorri) Oi Giane.
GIANE: Eu quero falar á sós com você.
FRANCISCO: (olha Amelie) Meu amor, pode ir arrumando suas coisas, nós vamos sair mais cedo hoje.
AMELIE: (sorri, beija Francisco) Tudo bem. (sai).
FRANCISCO: O que você quer falar comigo?
GIANE: Eu não entendo porque você está com essa mulher!
FRANCISCO: Porque ela me ama e eu a ela.
GIANE: (se aproxima de Francisco o olha muito) Você não a ama!
FRANCISCO: Giane fala logo o que você quer, estou de saída.
GIANE: (beija Francisco).
FRANCISCO: (beija Giane com vontade).
GIANE: (beijando Francisco, o olha muito sorri) Viu… É de mim que você gosta…
FRANCISCO:… Eu não entendo você… Você não vai se casar com Sérgio? Por que quer que eu continue te amando?
GIANE: (olhando Francisco sorri) Não sei… Pode ser por ego…
FRANCISCO: Então pega o seu ego e saia daqui com ele! Nunca mais me beije!
GIANE: (da risada) Me ama…
FRANCISCO: (sai).
GIANE: (da risada) Idiota…
Cena 5
Á noite
Mansão Gouveia/Quarto de Fernanda
FERNANDA: (esta beijando Marcos, o olha muito sorri) Nós podemos marcar uma viajem meu amor, só você e eu.
MARCOS: (sorri) Ótima ideia, você quer aqui mesmo ou em outro país?
FERNANDA: Aqui mesmo, podemos voltar á fazenda.
MARCOS: Não meu amor… Não quero lá.
FERNANDA: (olhando Marcos, sorri) Está bem, podemos passar um fim de semana em Campos do Jordão.
MARCOS: (sorri) Melhor… (beija Fernanda) E quando vai ser isso?
FERNANDA: Semana que vem o que você acha?
MARCOS: (sorri) Perfeito… (beija Fernanda).
FERNANDA: (beijando Marcos).
MARCOS: (ofegante olha Fernanda sorri) Posso dormir aqui hoje?
FERNANDA: (da risada, o olha muito) Não… Mas… Pode passar algumas horas comigo.
MARCOS: (sorri, beija o pescoço de Fernanda) Por que não posso dormir aqui com você?
FERNANDA: Porque as coisas não estão bem meu amor… E também não quero que meu pai entre aqui e nos veja juntos na cama…
MARCOS: (olha muito Fernanda) Eu me contento em ficar mais algumas horas… Mas vou cobrar de você esse fim de semana juntos e também quero que você vá ao meu apartamento… (sorri).
FERNANDA: (sorri) Por mim tudo bem meu amor… Agora… Faz aquela massagem que só você sabe fazer…
MARCOS: (sorri, começa a fazer massagem em Fernanda, beija o pescoço dela).
FERNANDA: (sorri).
MARCOS: (beija mais, beija Fernanda, a deita na cama a olha muito).
FERNANDA: (olhando Marcos) Eu te amo muito.
MARCOS: (sorri) Eu também te amo meu amor. (a beija com vontade).
Cena 6
Apartamento de Roberto
ROBERTO: (entra).
THAMIRES: Até que enfim você chegou!
FRANÇOIS: (entra, olha Thamires).
THAMIRES: Quem é esse?
FRANÇOIS: Eu sou François Le Blanc, pai de Monique.
THAMIRES: (sorri) Você já sabe que a sua filha tem um caso com o meu namorado?
FRANÇOIS: (da um tapa no rosto de Thamires, a olha) Nunca mais toque em minha filha, entendeu?
THAMIRES: (com a mão no rosto) Você não tem o direito de me agredir!
FRANÇOIS: E nem você de bater em minha filha, e outra coisa, você vai pegar as suas coisas e sair desse apartamento que não é seu.
THAMIRES: Quem você pensa que é! Roberto! Faz alguma coisa!
ROBERTO: (cruza os braços) Não posso fazer nada, ele é o pai da minha namorada, é maior que eu e também quero que você saia daqui.
FRANÇOIS: Thamires eu estou com pressa, então vai logo pegar as suas coisas.
THAMIRES: Não!
FRANÇOIS: Roberto… Onde fica o quarto dela?
ROBERTO: É o segundo quarto da direita.
FRANÇOIS: (vai até o quarto de Thamires).
THAMIRES: (olha Roberto) Eu não vou sair daqui!
Cena 7
Quarto de Thamires
FRANÇOIS: (esta tirando as roupas do guarda roupa e jogando na cama).
THAMIRES: (entra, segura François) Para com isso!
FRANÇOIS: (segura e torce o braço de Thamires, fala no ouvido dela) Só vou falar uma vez… Pega seus trapos e vá para longe daqui… Não quero saber que minha filha está tendo problemas por sua causa, conheço bem o tipo de vadia que você é! (joga Thamires no chão).
THAMIRES: (olhando François)… Você… Não pode fazer isso…
FRANÇOIS: Posso, e posso muito mais quer ver? (começa a jogar as coisas de Thamires pela janela).
THAMIRES: (se levanta) Para com isso!
FRANÇOIS: Você vai embora?
THAMIRES:… Vou…
FRANÇOIS: (sorri) Ótimo, eu vou deixar você arrumar suas coisas, te espero na sala, quero ver você saindo daqui. (sai do quarto).
THAMIRES: (começa a chorar) Droga!
Cena 8
Sala
ROBERTO: Ela vai sair?
FRANÇOIS: (sorri) Vai.
ROBERTO: (sorri) Obrigado François… De verdade eu não sabia que você iria me apoiar dessa maneira.
FRANÇOIS: (olha Roberto sorri) Tenho meus motivos, um deles é a felicidade da minha filha.
ROBERTO: Monique é uma pessoa especial, gosto dela.
FRANÇOIS: (sorri)… Bom pra você.
Cena 9
Madrugada
Mansão Gouveia/Sala
FERNANDA: (desce as escadas devagar para não fazer barulho).
MARTA: Fernanda…
FERNANDA: (se assusta, fala baixo) Marta, você me assustou…
MARTA: Você quer alguma coisa?
FERNANDA: Não… Você não dorme?
MARTA: (sorri) Eu vim buscar água, e você?
FERNANDA: (olhando Marta) Eu vou sair… Mas por favor, não conte á ninguém.
MARTA: Menina há essa hora é perigoso…
FERNANDA: Eu sei, mas vou tomar cuidado, eu tenho que ir agora.
MARTA: E você vai como? Se você tirar o seu carro da garagem vão ouvir.
FERNANDA: Eu já chamei um taxi… Até logo. (beija o rosto de Marta, sai).
MARTA: Agora vou ficar aqui… Preocupada…
Cena 10
Minutos Depois
Apartamento de François
FERNANDA: (entra) Coisa mais ridícula, nunca sai às escondidas nem quando era adolescente, só você mesmo para ter uma ideia dessas.
FRANÇOIS: (beija Fernanda).
FERNANDA: (beijando François, o olha)… O que você preparou?…
FRANÇOIS: (sorri) Eu comprei umas coisas para nós… Tequila, vinho…
FERNANDA: Você me chamou aqui para me deixar bêbada?
FRANÇOIS: (da risada) Não… Vamos fazer um jogo… Vamos nos sentar de frente para o outro, cada um pergunta o que quiser, cada resposta valida dada pelo outro será uma peça á menos de roupa… (sorri).
FERNANDA: Eu vou embora!
FRANÇOIS: Não vai não porque vai ser divertido. (sorri).
FERNANDA: Mas eu vim de vestido!
FRANÇOIS: (sorri olhando Fernanda) Vai tirando ele aos poucos então… Vai ser legal Fernanda e assim nos conhecemos mais.
FERNANDA: (olhando François, sorri)… Está bem… Vamos ao jogo.
FRANÇOIS: (beija Fernanda, sorri se senta).
FERNANDA: (se senta em frente á François) Quem começa?
FRANÇOIS: Você pode começar me perguntando. (abre a garrafa de tequila, serve Fernanda, se serve).
FERNANDA: (olhando François) Você já se arrependeu de alguma coisa que fez? Por quê?
FRANÇOIS: (sorri) Nunca me arrependi de nada, porque pode não parecer, mas cada ato meu é pensado, às vezes eu faço as coisas sem pensar, mas normalmente eu penso antes de agir.
FERNANDA: Pois realmente não parece.
FRANÇOIS: (da risada, a olha) Resposta valida?…
FERNANDA: Sim…
FRANÇOIS: Então pode tirar uma peça de roupa… São as regras… (sorri).
FERNANDA: (olhando François, abaixa as alças do vestido, abaixa o vestido até a cintura, fica de sutiã).
FRANÇOIS: (a olha com desejo sorri)… Minha vez de perguntar… Do que você tem saudades? Por quê?
FERNANDA: (pensativa sorri) Da minha infância… Porque era uma época onde não tinha problemas, responsabilidades… Éramos felizes… Minhas irmãs e eu… Era bom ser livre daquela maneira (sorri olhando François) Eu até tinha uma gatinha toda branca, ela era linda… Hoje em dia eu mal tenho tempo de cuidar de mim…
FRANÇOIS: (sorri) Gostei da resposta… (olhando Fernanda tira a camisa).
FERNANDA: (olha François, disfarça) Minha vez de perguntar… Você ama a sua mulher?
FRANÇOIS: Não.
FERNANDA: Por que se casou com ela então?
FRANÇOIS: (sorri) Uma pergunta de cada vez…
FERNANDA: (sorri) Mas a resposta não foi valida então ainda é a minha vez.
FRANÇOIS: Espertinha você, criando regras (sorri)… Mas vou responder sim… Negócio… Me casei com Cecile porque ela é filha de um dos sócios
de papai. Éramos amigos, e eu achei que esse casamento seria uma boa e me casei, simples assim. (sorri)… E agora? Resposta valida?
FERNANDA: (olhando François) Sim… (abaixa mais o vestido, tira ele e fica só de lingerie).
FRANÇOIS: Você tem um lindo corpo…
FERNANDA: Sua vez…
FRANÇOIS: (sorri) Você ama o seu noivo?
FERNANDA: Sim, amo muito Marcos, ele me completa.
FRANÇOIS: (a olha muito) Valeu essa resposta… (tira a calça).
FERNANDA: François… Sem ser do jogo… Você é feliz?
FRANÇOIS: Não… E você?
FERNANDA: Sou… Por isso fico imaginando como deve ter sido se casar com alguém sem amor.
FRANÇOIS: (se senta ao lado de Fernanda, a olha muito) Agora você entende porque não quero te deixar… Você me faz feliz… Estar ao seu lado desperta o meu melhor… Eu quero viver esse momento Fernanda… Mesmo com meu pai aqui tentando me impedir, eu vou lutar…
FERNANDA: (olha muito François) Não se apegue a mim François…
FRANÇOIS: (sorri) Eu sei os riscos Fernanda, mas não ligo… (a olha muito a beija com vontade).
FERNANDA: (beijando François com desejo, o olha muito) Quer saber de uma coisa?
FRANÇOIS: Quero…
FERNANDA: (olhando François) Também gosto de estar com você…
FRANÇOIS: (sorri, beija Fernanda com vontade).
Cena 11
Manhã
Mansão Gouveia/Sala
GIUSEPPE: Marta… Eu acabo de vir do quarto de Fernanda e ela não está lá… Onde ela foi?
MARTA: Eu não a vi hoje… Então não sei.
GIUSEPPE: Você acha que me engana?
MARTA: Seu Giuseppe… Não sei mesmo onde ela foi…
MARCOS: (entra) Bom dia! (sorri) Desculpem ter vindo cedo mas eu quero fazer uma surpresa para Fernanda, vou levar café na cama pra ela.
GIUSEPPE: (olhando Marcos) Ela vai adorar…
FERNANDA: (entra esta carregando os sapatos na mão).
MARCOS: (a olha muito) Fernanda… Você está… Chegando em casa?




Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s