Vamos Recordar? O Casarão

O CASARÃO

 

Cenário recorrente da trama, o casarão do título personificava a ação do tempo na vida dos personagens.


TRAMA PRINCIPAL

Sandra Barsotti e Gracindo Jr. em O Casarão

Marco na renovação da linguagem das telenovelas, a história mostra as questões vividas por cinco gerações de uma família no norte de São Paulo, tendo como trama central o romance entre Carolina (Sandra Barsotti) e João Maciel (Gracindo Jr.), um talentoso artista plástico que não se conforma com o provincianismo da cidade de Sapucaí, onde é ambientada a trama.

Com idas e vindas no tempo, a novela se desenvolve em três épocas distintas, apresentadas simultaneamente, e atores diferentes interpretam os mesmos personagens em cada fase. No período entre 1900 e 1910, Maria do Carmo (Analu Prestes), mãe de Carolina, é obrigada pela família a se casar com o engenheiro Eugênio (Edson França), mesmo sendo apaixonada pelo português Jacinto (Tony Correa). Na década que vai de 1926 a 1936, a jovem Carolina, pressionada, repete a história da mãe e desiste de fugir com João Maciel, casando-se com Atílio (Dennis Carvalho), comerciante com carreira política ascendente.

Gracindo Jr. e Sandra Barsotti em O Casarão
Yara Cortes como Carolina

No ano de 1976, Carolina (agora representada por Yara Cortes) mantém ainda grande vitalidade, apesar da idade avançada. De longe, ela acompanha o sucesso de João Maciel (interpretado agora por Paulo Gracindo), recortando os jornais que informam sobre as andanças do artista. Por outro lado, Atílio (vivido agora por Mário Lago) está acometido por doenças da velhice e bastante abalado pela perda de seu prestígio na cidade, vivendo das lembranças de um passado distante. O personagem é a imagem do casarão, condenado à destruição pela chegada dos novos tempos. Já João Maciel se mostra ainda em pleno vigor e mantém o mesmo idealismo dos 20 anos, embora não disfarce certo amargor diante da realidade.

Boêmio inveterado, casou-se cinco vezes, mas conserva uma fantasia em relação à Carolina. Sua volta a Sapucaí significa o reencontro com um passado mal resolvido. Depois de muitos desacertos ao longo da trama, e com a morte de Atílio, Carolina e João Maciel realizam o sonho de ficar juntos.

O casarão, personificação da ação do tempo na vida dos personagens, e ele próprio um personagem da história, é destruído. De arquitetura colonial, a casa é inicialmente sede de uma rica fazenda que, no decorrer de 76 anos, vai se depreciando, perdendo sua extensão, transformando-se, ao final, na sede de um empreendimento imobiliário. Suas terras são divididas em pequenos lotes, vendidos para a construção de casas de campo. Um fatalismo histórico marca sua vida: sua construção e apogeu coincidem com a implantação de uma estrada de ferro; em contraponto, na atualidade, uma nova ferrovia deverá passar justamente no local onde está o imóvel, forçando sua demolição.

TRAMAS PARALELAS

A mulher brasileira

Além de acompanhar a evolução da família de Deodato Leme (Oswaldo Loureiro), a novela apresentava um viés feminista, abordando o papel da mulher na sociedade em épocas diferentes. A personagem Lina (Renata Sorrah), por exemplo, desafia o conservadorismo. Casada com Estevão (Armando Bógus), ela se apaixona por Jarbas (Paulo José) e decide viver com o homem que ama, recebendo todo o apoio da avó, Carolina (Yara Cortes), numa identificação de propósitos entre as duas.

Paulo Gracindo e Renata Sorrah em cena de O Casarão

Também tem destaque na trama a influência da Igreja Católica na sociedade brasileira. Nas três épocas de O Casarão, existe a participação ativa de padres: na primeira e na segunda fases, a igreja é representada pelo vigário Felício (Hélio Ary); na terceira, pelo padre Milton (Nilson Condé).

CENAS MARCANTES

Paulo Gracindo e Yara Cortes

Uma cena do último capítulo, gravada na confeitaria Colombo, no centro do Rio de Janeiro, está entre as mais belas da teledramaturgia brasileira. Ao chegar um pouco atrasada ao encontro com João Maciel (Paulo Gracindo), Carolina (Yara Cortes) pergunta a ele: “Te fiz esperar muito?” Ele responde: “Só 40 anos”, em uma referência ao encontro marcado com a amada na juventude, ao qual ela não apareceu, sem coragem de romper com a família por causa de seu amor.

CENOGRAFIA E ARTE

O cenógrafo Mário Monteiro desenvolveu em Guaratiba, na zona oeste do Rio de Janeiro, um cenário com várias fachadas, para caracterizar a construção nas três épocas. Era possível gravar, em um único dia, cenas passadas em tempos diferentes, embora o casarão só pudesse ser enquadrado de frente, já que cada uma das faces representava um período.

CURIOSIDADES

Em O Casarão, a costumeira pergunta do telespectador de novelas, “o que acontecerá?”, foi substituída por “como aconteceu?”. O público teve dificuldades para compreender as inovações da história, que apresentava atores diferentes vivendo os mesmos personagens em tempos distintos, porém apresentados simultaneamente. No dia do lançamento da novela, a Rede Globo recebeu telefonemas de telespectadores que sentiram dificuldade de entender o enredo por causa da nova linguagem. Por isso a emissora reprisou o primeiro capítulo, no mesmo dia, às 23h.

Um incêndio no prédio da TV Globo, no Jardim Botânico, três dias antes da estreia da novela, fez com que as gravações de O Casarão fossem transferidas para os estúdios da Herbert Richers, na Usina, na zona norte da cidade.
O Casarão recebeu o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) de melhor novela do ano.

Segundo Lauro César Muniz, O Casarão fechou um ciclo de trabalho, iniciado com a novela Os Deuses Estão Mortos (1971), realizada pela TV Record, que focalizava os anos anteriores à República, e Escalada (1975), exibida na TV Globo, que tinha entre suas fases a década de 1940.

Em março de 1983, a novela foi reapresentada numa versão compacta de 30 capítulos, às 20h.

TRILHA SONORA

Nacional: 
Fascinação – Tema de João Maciel e Carolina jovens
Composição: Feraudy / Marchetti / A. Louzada
Intérprete: Elis Regina

Latin Lover
Composição:
 João Bosco / Aldir Blanc
Intérprete: João Bosco

Menina Do Mato – Tema de João Maciel e Carolina mais velhos
Composição: José Jorge / Ruy Maurity
Intérprete: Márcio Lott

Carolina
Composição:
 Chico Buarque
Intérprete: Aquarius

Quibe Cru 
Composição:
 Jamil Joanes
Intérprete: Chico Batera

Só Louco
Composição:
 Dorival Caymmi
Intérprete: Gal Costa

Nuvem Passageira
Composição:
 Hermes Aquino
Intérprete: Hermes Aquino

Coisas Da Vida
Composição:
 Rita Lee
Intérprete: Rita Lee

Tangará
Composição:
 Geraldo Azevedo
Intérprete: Coral Som Livre

A Dor A Mais
Composição:
 Francis Hime / Vinícius de Moraes
Intérprete: Francis Hime

O Casarão
Composição:
 Ribamar / R. Nunes / Romeo Nunes
Intérprete: Dori Caymmi

Retrato
Composição:
 Cecília Meireles / Suely Costa
Intérprete: Suely Costa

Internacional:


Hands Of Time
Composição:
 Michel Legrand
Intérprete: Perry Como

Theme From S.W.A.T.
Composição:
 Barry De Vorzon
Intérprete: Music Corporation

Forever Alone
Composição:
 Steve MacLean
Intérprete: Steve MacLean

I Need To Be In Love
Composição:
 Richard Carpenter / John Bettis / Albert Hammond
Intérprete: Carpenters

Call Me
Composição:
 Gregg Diamond
Intérprete: Andrea True Connection

Angel
Composição:
Intérprete:
 Jullian

When You’re Gone
Composição:
 F. Smit
Intérprete: Maggie McNeall

Living
Composição:
Intérprete:
 Alain Patrick

I’m Easy
Composição:
 Keith Carradine
Intérprete: Keith Carradine

My Life
Composição:
 Michael Sullivan
Intérprete: Michael Sullivan

Honey, Honey
Composição:
 Stig Anderson
Intérprete: Abba

Girl of the Past
Composição:
 Peter Mc Green
Intérprete: Peter Mc Green

California Dreamin’
Composição:
 J. Phillips
Intérprete: The Vast Majority

Miss You Nights
Composição:
 Townsend
Intérprete: Cliff Richard

Nostalgia
Composição:
 Francis Goya
Intérprete: Francis Goya

Sharing the Night Together
Composição:
 Ava Aldridge / Eddie Struzick
Intérprete: Arthur Alexander

CENSURA

A história envolvendo os personagens Lina (Renata Sorrah), Estevão (Armando Bógus) e Jarbas (Paulo José) foi prejudicada pela Censura Federal que, por não permitir o tema do adultério feminino em novelas, proibiu até que Renata Sorrah contracenasse com Paulo José. Lina era casada com Estevão e se apaixonava por Jarbas durante uma viagem. Os censores recomendaram que Lina pedisse o divórcio. Segundo Renata Sorrah, a personagem, além de não poder se apaixonar por alguém estando ainda casada, também não podia fazer uso de anticoncepcionais. Em depoimento ao site Memória Globo, a atriz ressaltou a importância das novelas na disseminação de informações e na quebra de preconceitos.

ELENCO:

Ana Maria Grova – Francisca (1ª fase)
Analu Prestes – Maria do Carmo (1ª e 2ª fases)
Aracy Balabanian – Violeta (3ª fase)
Arlete Salles – Maria Helena (participação especial)
Armando Bógus – Estevão (3ª fase)
Arthur Costa Filho – presidente da Câmara (3ª fase)
Aurimar Rocha – Médico – participação especial
Bete Mendes – Vânia (3ª fase)
Carlos Duval – Pai de Francisca (1ª fase)
Daisy Lúcidi – Alice (3ª fase)
Dennis Carvalho – Atílio (2ª fase)
Edson França – Eugênio (1ª e 2ª fases)
Elizangela – Mônica (participação especial)
Elza Gomes – enfermeira (participação especial)
Fabio Sabag – bispo
Fernando José – prefeito Rezende (3ª fase)
Fernando Vilar – Francisco (3ª fase)
Flávio Migliaccio – Coringa (2ª fase)
Francisco Milani – amigo de João Maciel (participação especial)
Gracindo Júnior – João Maciel (2ª fase)
Hélio Ary – Vigário Felício (1ª e 2ª fases)
Heloísa Helena – Mathilda (participação especial)
Ida Gomes – mãe de Vânia (3ª fase)
Ivan Cândido – Valentim (2ª fase)
Jacyra Silva
Juan Daniel – Ramon (2ª fase)
Laura Soveral – Francisca (2ª fase)
Lutero Luiz – Afonso (1ª e 2ª fases)
Marcelo Picchi – Aldo (3ª fase)
Marcos Paulo – Eduardo (3ª fase)
Maria Cristina Nunes – Teresa (3ª fase)
Mário Lago – Atílio (3ª fase)
Moacyr Deriquém – Sérgio (3ª fase)
Myrian Pires – Olinda (1ª e 2ª fases)
Neila Tavares – Célia
Nestor de Montemar – Gervásio (2ª fase)
Neuza Amaral – Marisa (participação especial)
Nilson Condé – padre Milton
Oswaldo Loureiro – Deodato Leme (1ª fase)
Paulo Gonçalves – Cardosão (1ª e 2ª fases)
Paulo Gracindo – João Maciel (3ª fase)
Paulo José – Jarbas (3ª fase)
Pietro Mário – amigo de João Maciel (participação especial)
Renata Sorrah – Lina (3ª fase)
Rui Rezende – Abelardo (2ª fase)
Sandra Barsotti – Carolina (2ª fase)
Tâmara Taxman – enfermeira (participação especial)
Thelma Elita – Conceição (3ª fase)
Thelma Reston  – Sofia
Tony Correa – Jacinto (1ªe 2ª fases)
Valdir Maya – agente funerário (3ª fase)
Yara Cortes – Carolina (3ª fase)
Zilka Sallaberry – Mercedes (participação especial)

FONTES

Depoimentos concedidos ao Memória Globo por: Aracy Balabanian (08/04/2002), Fabio Sabag (28/01/2002), Flávio Migliaccio (10/05/2002), Gracindo Jr. (23/05/2001), Lauro César Muniz (12/11/2001), Daniel Filho (31/07/2000), Dennis Carvalho(03/03/2008), Arlete Salles (30/01/2002), ElizAngela (24/10/2005),Marcos Paulo (27/03/2006), Mário Lago (30/06/2000), Neuza Amaral (21/05/2009) e Renata Sorrah (20/03/2002); Boletim de programação da Rede Globo, números: 177, 532; Centro de Documentação da TV Globo (Cedoc); “Cobrindo buraco” In: JB, 14/03/1983; “Dois pra lá, um pra cá” In: Movimento, 07/02/1977; MEMÓRIA GLOBO. Dicionário da TV Globo, v.1: programas de dramaturgia & entretenimento. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 2003; NETO, Dib Carneiro. “Um fascinante casarão erguido com talento e emoção” In: O Estado de S. Paulo, 28/12/1991;“‘O casarão’ em 30 capítulos” In: O Globo, 20/03/1983; “‘O casarão’ estréia hoje” In: A Gazeta, 07/06/1976; “‘O casarão’ reflete a mudança de época e de mentalidade” In: Zero Hora, 23/07/1976; “Transformação” In: Visão, 11/10/1976. MEMÓRIA GLOBO. Guia Ilustrado TV Globo – Novelas e Minisséries. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 2010; MEMÓRIA GLOBO. Entre Tramas, Rendas e Fuxicos – O Figurino na Teledramaturgia da TV Globo, Editora Globo, 2007; http://www.us.imdb.com, acessado em 05/2006; http://www.teledramaturgia.com.br, acessado em 05/2006


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s