Reviva: TOP 10 Belas Atrizes dos Anos 2000

A década mais difícil de minha série TOP 10 Belas Atrizes. A lista era tão grande e homogênea que tive que me ater a 10 atrizes de grande destaque na década. Por isso, antes de relacioná-las, cito as que poderiam estar entre as 10 mais: Leandra Leal, Paloma Duarte, Simone Spoladore, Helena Fernandes, Dira Paes, Camila Morgado, Regiane Alves, Lavínia Vlasak, Samara Felippo, Nívea Stellman, Priscila Fantin, Mel Lisboa, Thalma de Freitas, Vanessa Gerbelli, Ana Paula Tabalipa, Débora Falabella, Fernanda Rodrigues, Fernanda Souza, Júlia Feldens, Thaís Fersoza, Christine Fernandes, Adriana Lessa, Bárbara Paz, Myrian Freeland, Renata Dominguez, Fernanda Nobre, Raquel Nunes, Rafaela Mandelli, Carol Castro, Liliana Castro, Tatyanne Goulart, Juliana Baroni, Carla Regina (Cabral), Adriana Garambone, Fernanda Freitas, Juliana Knust, Daniele Suzuki, Juliana Silveira, Bianca Rinaldi, Bianca Castanho, Cecília Dassi, Karina Bacchi, Maytê Piragibe, Vanessa Giácomo, Bárbara Borges, Tânia Khalil, Gisele Itiê, Stephany Brito, Fernanda Machado, Fernanda Paes Leme, Maria Ribeiro, Fernanda Lima, Marjorie Estiano, Maria Flor, Juliana Didone, Leona Cavalli, Cris Vianna, Cléo Pires, Emanuelle Araújo, Thaís Pacholek, Laila Zaid.

Maria Fernanda Cândido em “Como uma Onda”

Maria Fernanda Cândido

Em 2000, numa votação do “Fantástico“, foi eleita a “mulher mais bonita do século 20“, após o sucesso de sua personagem na novela “Terra Nostra“, sua primeira atuação na Globo (anteriormente, aparecera na abertura de “A Indomada“, 1998). Bissexta na televisão, Maria Fernanda foi amadurecendo como atriz com o passar dos anos.

Principais trabalhos na década: Isa Galvão na minissérie “Aquarela do Brasil“, Nina em “Esperança“, Ana Schmidt na minissérie “Um Só Coração“, Lavínia em “Como uma Onda“, Fabiana em “Paraíso Tropical“, Capitu na minissérie “Capitu“.

Taís Araújo em “Da Cor do Pecado”

Taís Araújo

Brilhou nas novelas da Manchete na década de 90, principalmente ao protagonizar “Xica da Silva” (1996-1997). Entretanto, foi a partir da década seguinte que passou a ser mais vista na televisão, sempre esbanjando talento e beleza.

Principais trabalhos na década: Selminha Aluada em “Porto dos Milagres“, Dandara na minissérie “O Quinto dos Infernos“, Preta em “Da Cor do Pecado“, Ellen em “Cobras e Lagartos“, Alícia em “A Favorita“, Helena em “Viver a Vida“.

Carolina Dieckmann em “Cobras e Largartos”

Carolina Dieckmann

Começou muito jovem, nos anos 90, em pequenos papeis em novelas e minisséries. Sua carreira deu um salto significativo ao viver uma das protagonistas de “Laços de Família“, de Manoel Carlos (2000-2001). Outro caso de atriz que vimos amadurecer profissionalmente com o passar dos anos.

Principais trabalhos na década: Camila em “Laços de Família“, Edwiges em “Mulheres Apaixonadas“, Isabel em “Senhora do Destino“, Leona em “Cobras e Lagartos“, Suzana em “Três Irmãs“.

Giovanna Antonelli em “O Clone”

Giovanna Antonelli

Também foi vista em novelas da Manchete nos anos 90 (também em “Xica da Silva“). E sua carreira também ganhou um grande impulso a partir de seu trabalho em “Laços de Família“. Atualmente, reconhecida como uma das mais versáteis e talentosas atrizes de nossa TV.

Principais trabalhos na década: Capitu em “Laços de Família“, Jade em “O Clone“, Anita Garibaldi na minissérie “A Casa das Sete Mulheres“, Bárbara em “Da Cor do Pecado“, Delzuíte na minissérie “Amazônia, de Galvez a Chico Mendes“, Clarisse em “Sete Pecados“, Alma em “Três Irmãs“, Dora em “Viver a Vida“.

Flávia Alessandra em “Caras e Bocas”

Flávia Alessandra

Começou num quadro que lançava novos talentos nos primórdios do “Domingão do Faustão” (em 1989). A partir de então, cresceu profissionalmente, sempre muito requisitada.

Principais trabalhos na década: Lívia em “Porto dos Milagres“, Lívia em “O Beijo do Vampiro“, Cristina em “Alma Gêmea“, Vanessa em “Pé na Jaca“, Alzira em “Duas Caras“, Dafne em “Caras e Bocas“.

Déborah Secco em “A Padroeira”

Déborah Secco

Caso de atriz que vimos crescer na televisão – estreou com onze anos na novela “Mico Preto“, em 1990 e não parou mais. Atravessou as décadas de 1990 e 2000, crescendo (de criança a adolescente e a mulher adulta) profissionalmente. Outra atriz talentosa e versátil.

Principais trabalhos na década: Moema na minissérie “A Invenção do Brasil“, Íris em “Laços de Família“, Cecília em “A Padroeira“, Lara em “O Beijo do Vampiro“, Darlene em “Celebridade“, Sol em “América“, Elizabeth em “Pé na Jaca“, Céu em “A Favorita“.

Mariana Ximenes em “América”

Mariana Ximenes

Bem jovem, foi lançada pelo SBT, na novela “Fascinação” (1998). Logo a Globo a arrematou e – graças ao talento e carisma – hoje é uma das atrizes mais frequentes em nossa televisão.

Principais trabalhos na década: Bionda em “Uga Uga“, Isabel em “A Padroeira“, Rosário na minissérie “A Casa das Sete Mulheres“, Ana Francisca em “Chocolate com Pimenta“, Raíssa em “América“, Lílian Gonçalves na minissérie “JK“, Bel em “Cobras e Lagartos“, Lara em “A Favorita“.

Juliana Paes em “Celebridade”

Juliana Paes

De uma empregada com poucas falas em “Laços de Família” a uma das atrizes mais simpáticas e carismáticas da televisão. Maya, a protagonista de “Caminho das Índias“, foi o papel divisor de águas em sua carreira.

Principais trabalhos na década: Ritinha em “Laços de Família“, Karla em “O Clone“, Teiniaguá na minissérie “A Casa das Sete Mulheres“, Jacqueline Joy em “Celebridade“, Creuza em “América“, Gui em “Pé na Jaca“, Maíra em “A Favorita“, Maya em “Caminho das Índias“.

Fernanda Vasconcellos em “Páginas da Vida”

Fernanda Vasconcellos

De dançarina nos programas “Fantasia” e “Domingo Legal” do SBT a protagonista de novelas na Globo. Fernanda teve um grande destaque na temporada de 2005 da “Malhação“, ao viver Betina. Mas a grande oportunidade veio na sequência, em “Páginas da Vida“, mostrando um sensível trabalho.

Principais trabalhos na década: Betina em “Malhação 2005“, Nanda em “Páginas da Vida“, Laura em “Desejo Proibido“.

Alinne Moraes em “Duas Caras”

Alinne Moraes

Outra beldade que começou cedo e foi ganhando espaço com o passar do tempo até se tornar uma estrela de nossa TV. Luciana de “Viver a Vida“, de Manoel Carlos, ganhou tanto destaque que suplantou a protagonista Helena (Taís Araújo).

Principais trabalhos na década: Rosana em “Coração de Estudante“, Clara em “Mulheres Apaixonadas“, Moa em “Da Cor do Pecado“, Nina em “Como uma Onda“, Penny em “Bang Bang“, Maria Silvia em “Duas Caras“, Luciana em “Viver a Vida“.


Agradecimentos: Nilson Xavier/Canal Viva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s