Descaminhos – capítulo 29 (últimas semanas)

Descaminhos


Descaminhos 

Novela de Débora Costa


Capítulo 29


Personagens

Luigi Fiore

Giovanna Fiore

Enrico Salvatore

Paola Fiore

Carlo Mantovani

Mirella Fiore

Vitor Albuquerque

Elis Albuquerque

Jonas Albuquerque

Isaque Munhoz

Susana Albuquerque

José Almeida

Ana Clara Carvalho

Bruno Almeida

Nice Almeida

Silvio Almeida

Helena

Vitório Fiore

Doménica Fiore

PARTICIPAÇÕES:

Sérgio Medeiros – Investigador

Augusto Lopez – Delegado

Rafael Almeida – Policia Militar 



Cena 1

Hospital/Quarto de Giovanna

RODRIGO: Eu estava conversando com Giovanna…

EMILIANO: (segura Rodrigo pelo colarinho da camisa, está bravo) Você estava se aproveitando dela!

RODRIGO: Não é nada disso!

GIOVANNA: (fica nervosa, fala com dificuldade) Parem de brigar…

EMILIANO: (solta Rodrigo, se aproxima de Giovanna) Eu vou denunciar Rodrigo para a diretoria do hospital!

GIOVANNA: Não… Não faz isso, nós estávamos conversando…

EMILIANO: (olha muito Giovanna) Meu amor…

GIOVANNA: Já falei para não me chamar assim… Sai daqui por favor.

EMILIANO: (fica com vontade de chorar, olha Giovanna) Eu vou te chamar de meu amor sempre, eu lutei para te conquistar… Nós estávamos bem… Até esse maldito sequestro! E eu não vou te perder…

GIOVANNA: (olha Rodrigo) Não estou me sentindo bem…

RODRIGO: Eu vou chamar seu médico. (sai).

EMILIANO: O que você tem?…

GIOVANNA: Emiliano… Eu vou te pedir uma coisa… Não quero te ver aqui de novo…

EMILIANO: Mas Giovanna…

GIOVANNA: (interrompendo Emiliano) Eu vou pedir para Luigi proibir a sua entrada se você insistir… E por favor, não faça nada contra Rodrigo, ele está me ajudando.

EMILIANO: (segura a mão de Giovanna) Eu faço o que você quiser menos deixar de vir aqui te ver…

GIOVANNA: (olhando Emiliano, puxa a mão que ele está segurando, vira o rosto).

EMILIANO: (chora, vai saindo).

MÉDICO: (entra, olha Emiliano).

EMILIANO: (sai enxugando as lagrimas).

Cena 2

Mansão Fiore/Sala

LUIGI: (entra, está preocupado).

CARLO: (desce as escadas, se aproxima de Luigi) Como está Giovanna?

LUIGI: Na mesma Carlo… E eu espero que as coisas não piorem…

CARLO: Amanhã vou até lá, você me desculpa, mas eu estava de saída, depois nos falamos. (sai).

LUIGI: (pensativo, pega o celular liga para Alanis) Alanis… O que você está fazendo agora?

ALANIS: Nada demais meu querido, por quê?

LUIGI: Porque eu quero que você venha até a minha casa.

ALANIS: (sorri vitoriosa, faz uma voz preocupada) Mas e sua mulher querido?… O que ela vai achar disso?

LUIGI: Doménica vai passar a noite no hospital com Giovanna, eu preciso muito falar com você e não vou ter disposição para ir até ai, estou muito cansado, aqui não tem ninguém.

ALANIS: Está bem, daqui a pouco eu chego ai.

LUIGI: Até logo amore. (desliga, sobe as escadas).

Cena 3

Vila/Restaurante de Ana Clara

ANA CLARA: Eu não esperava que viesse tanta gente assim na nossa inauguração! (sorri, está feliz).

BRUNO: Eu já, do jeito que você cozinha e com os preços que está oferecendo era de se esperar. (sorri) Eu já vou indo, marquei de pegar Mirella no hospital.

ANA CLARA: Pode ir eu já terminei tudo lá dentro.

BRUNO: Até amanhã chefe.

ANA CLARA: (da risada) Pode parar de me chamar assim, somos amigos.

BRUNO: (sorri) Mas é divertido te chamar assim chefe. (dá risada, beija o rosto de Ana Clara, sai).

VICENTE: (entra, olha Ana Clara sorri) Como foi tudo aqui?

ANA CLARA: Melhor impossível! (sorri).

VICENTE: (beija Ana Clara, sorri) Em breve eu quero vir trabalhar aqui.

ANA CLARA: Pelo jeito as coisas vão ser assim então você pode vir trabalhar no nosso restaurante quando quiser.

VICENTE: Eu preciso avisar dona Doménica que vou sair… (olha Ana Clara) Vamos sair essa noite?

ANA CLARA: Eu estou tão cansada Vicente… Acho que vou querer ficar na minha casa, mas pode ir lá, vou fazer um jantar especial para nós. (sorri).

VICENTE: Perfeito, que horas posso ir?

ANA CLARA: Ás sete horas.

VICENTE: Estarei lá meu amor. (beija Ana Clara).

ANA CLARA: (beija Vicente o abraça pensativa).

Cena 4

Hospital/Quarto de Giovanna

MÉDICO: (está anotando coisas na ficha de Giovanna) Giovanna amanhã vou tirar os aparelhos de você, ao que tudo indica você está tendo uma ótima recuperação.

GIOVANNA: Pelo menos isso… E por que não sinto as minhas pernas?

MÉDICO: (olhando Giovanna) Eu prefiro falar amanhã também, assim seu pai vai estar aqui e eu explico tudo.

GIOVANNA: (olhando o médico) Eu não vou andar não é?…

MÉDICO: Temporariamente não… Mas com fisioterapia você consegue recuperar os movimentos.

GIOVANNA: (as lagrimas escorrem, olha o médico) Quanto tempo isso vai demorar?

MÉDICO: Só vai depender de você, quando tiver alta terá que fazer todos os dias exercícios, quanto mais você se dedicar mais rápido voltará a andar.

GIOVANNA: (chora em silêncio, fecha os olhos).

DOMÉNICA: (entra, se aproxima de Giovanna, a olha enxuga as lágrimas dela) O que você tem minha querida?…

GIOVANNA: (olha Doménica) Eu não vou poder andar…

MÉDICO: Temporariamente, a sua lesão na coluna não e irreversível com licença, essa noite não estarei aqui de plantão, mas podem chamar o médico do turno se precisarem de algo e eu volto amanhã. (sorri) Até logo. (sai).

GIOVANNA: (chorando em silêncio).

DOMÉNICA: (acaricia o rosto de Giovanna, está com pena dela) Minha querida… Não fica assim… Tudo vai ficar bem você vai ver.

Cena 5

Consultório de Rodrigo

EMILIANO: (entra, olha Rodrigo) Eu preciso muito falar com você.

RODRIGO: (olhando Emiliano) Sente – se…

EMILIANO: (se senta, olha Rodrigo) Eu vim te pedir ara se afastar de Giovanna.

RODRIGO: Luigi confia em mim para ajudar Giovanna recuperar a memória.

EMILIANO: Outra pessoa pode fazer isso… Eu sei que você está interessado nela, mas Giovanna é minha namorada, e eu amo muito, infelizmente ela não se lembra de nada mas eu lembro… Lutei para conquistar o amor dela e não vou deixar você tirar isso de mim.

RODRIGO: Eu não posso deixar o caso dela assim.

EMILIANO: Pode… É só você querer… Não é justo Rodrigo… Eu estou com Giovanna, ela me ama também, por favor, se afasta dela.

RODRIGO: Ela me pediu para continuar a visitando.

EMILIANO: Não importa! Giovanna nem te conhece e você não vai ficar perto dela para conquista – la. Eu estava pronto para pedir ela em casamento quando tudo isso aconteceu… (fica com vontade de chorar) Ela significa muito para mim… Não quero pede – la. (se levanta, vai saindo).

RODRIGO: Emiliano…

EMILIANO: (olha Rodrigo).

RODRIGO: Vou pensar sobre isso.

EMILIANO: Não tem que pensar Rodrigo… Giovanna tinha uma vida antes de tudo, e você não fazia parte dela, eu sim. (sai).

RODRIGO: (pensativo, fica chateado).

Cena 6

Mansão Fiore/Sala

LUIGI: (está abraçando Alanis, a olha) Obrigado por ter vindo Alanis.

ALANIS: (olhando Luigi) Não precisa agradecer meu amor… O que foi?

LUIGI: (se senta, puxa Alanis para sentar com ele) Giovanna… Além de estar sem memória ainda corre o risco de não andar mais…

ALANIS: (olhando Luigi com pena) Que coisa Luigi… Eu realmente lamento muito, mas você pode contar comigo para o que for, mesmo Giovanna tendo problemas comigo quero ajudar.

LUIGI: (segura a mão de Alanis, a olha) Você tem sido compreensiva e paciente comigo, nunca vou esquecer isso e vou te recompensar.

ALANIS: Não precisa me dar nada em troca Luigi, faço por que te amo.

LUIGI: (olhando Alanis) Eu também te amo muito. (beija Alanis).

ENZO: (entra, vê Luigi beijando Alanis, fica com raiva) Eu não vou admitir isso tipo de baixaria na casa da minha mãe!

LUIGI: (se levanta olhando Enzo) Fica calmo Enzo… Doménica está com Giovanna.

ENZO: (grita) Não importa!

ALANIS: (se levanta, olha Luigi) É melhor eu ir…

LUIGI: Você não vai há lugar algum Alanis eu te chamei aqui porque quero falar com você.

ENZO: (nervoso) Leva a sua vagabunda para um motel! Mas não a traga para cá!

LUIGI: Não fale assim, você nem conhece Alanis.

ENZO: Conheço babbo… O tipo de Alanis é o que mais tem por ai, principalmente nas esquinas!

LUIGI: (dá um tapa no rosto de Enzo).

ALANIS: (sorri).

LUIGI: Nunca mais fale assim… Já disse que sua mãe não está.

ENZO: (olha Luigi com raiva, dá um soco nele).

LUIGI: (cai no chão).

ENZO: Nunca mais encoste um dedo em mim… Principalmente para defender essa vadia!

ALANIS: (ajudando Luigi, olha Enzo) Mas o que deu em você!

ENZO: (segura Alanis pelo braço, vai a levando para a saída) Sai da casa da minha mãe! (empurra Alanis para fora, bate a porta).

LUIGI: (se levanta, coloca a mão no queixo olha Enzo).

ENZO: (olhando Luigi) Eu não vou sair e encher a cara como faço sempre, agora vai ser assim… Se eu ver essa sua vagabunda aqui de novo, é nela que vou bater… Respeite a minha mãe! (sobe as escadas, está com raiva).

LUIGI: (vai atrás de Alanis).

Cena 7

Jardim

ALANIS: (está saindo).

LUIGI: (se aproxima) Alanis espera…

ALANIS: (olha Luigi) Enzo está certo… Exageramos…

LUIGI: Eu sei que ele está certo pelo que falou, mas não nas atitudes.

ALANIS: (coloca a mão no rosto de Luigi) Vai descansar meu amor, amanhã nos falamos melhor.

LUIGI: Está bem… Até amanhã então. (abraça Alanis).

ALANIS: (olha Luigi sorri) Até.

LUIGI: (entra).

ALANIS: (sorri) Mas que Moleque mais imbecil esse Enzo… (dá risada) Adorei o show…

Cena 8

Noite/Vila/Casa de Ana Clara/sala

VICENTE: Meu amor você sempre cozinhando divinamente.

ANA CLARA: (sorri) Que bom que você gostou. (a campainha toca).

VICENTE: Você está esperando alguém?

ANA CLARA: (olhando Vicente) Não e não vou atender.

VICENTE: Você sabe quem é?

ANA CLARA: Deve ser o José…

VICENTE: Entendi… (a campainha toca insistentemente) É melhor você abrir.

ANA CLARA: Não! Eu não quero saber dele.

VICENTE: Então eu direi isso a ele. (vai abrir a porta).

ANA CLARA: (olha Vicente).

VICENTE: (abre a porta, olha José) Ana Clara não quer falar com você.

JOSÉ: (olhando Vicente) Eu não te perguntei nada.

VICENTE: Foi um recado dela, agora pare de tocar a campainha.

JOSÉ: (empurra Vicente, entra).

ANA CLARA: José eu só vou falar uma vez…

JOSÉ: (beija Ana Clara).

VICENTE: (se aproxima bravo, puxa José) Se você não sair por bem, vai sair por mal!

ANA CLARA: (nervosa) Vicente… Nos da licença um pouco, vou ter uma conversa definitiva com José.

VICENTE: Eu vou esperar na cozinha… (entra na cozinha).

ANA CLARA: (se aproxima de José, o olha séria) Eu quero que você pare com esse joguinho… Aprenda a perder.

JOSÉ: (olhando Ana Clara) Me dá mais uma chance…

ANA CLARA: Você já terminou o seu namoro com Paola?

JOSÉ: Não… Ainda não.

ANA CLARA: Aposto que ela não vai gostar de saber que você está me atormentando…

JOSÉ: Desculpa… (olhando Ana Clara) Você acredita se eu te falar que gosto de você.

ANA CLARA: Não.

JOSÉ: Mas eu gosto… (vai saindo, olha Ana Clara) E gosto do meu filho também… (sai).

ANA CLARA: (se senta, com vontade de chorar) Não cai na dele de novo… É tudo mentira.

Cena 9

Rua

JOSÉ: (está saindo da casa de Ana Clara, está chateado).

PAOLA: (estaciona o carro, olha José, fica com raiva, desce, se aproxima dele) Então eu viro as costas e você corre atrás dessa suburbana?

JOSÉ: (olhando Paola) Você não está em condições de impor nada.

PAOLA: Eu não transei com ninguém! Eu não te trai! Coloca isso na sua cabeça, é só você que eu amo.

JOSÉ: (olhando Paola) Não faz escândalo no meio da rua porque não cai bem em uma mulher da sua classe, agora eu preciso descansar, amanhã tenho uma reunião.

PAOLA: (olhando José) Não quero ficar brigada com você… Eu não vou mais fazer filme e nem tirar fotos sensuais eu prometo.

JOSÉ: (olhando Paola) Filmes normais não vejo problema caso te convidem…

PAOLA: (sorri, beija José) Perfeito…

JOSÉ: (sorri um pouco) Vem… Vamos jantar na minha casa.

Cena 10

Hospital/Quarto de Giovanna

GIOVANNA: (está dormindo).

ISAQUE: (entra vestido de médico, está usando uma máscara cirúrgica, se aproxima de Giovanna, a olha muito, olha os aparelhos ligados á ela, pensativo, a olha, acaricia o rosto dela, olhando fixamente Giovanna dormir).

Cena 11

Dia Seguinte/Mansão Fiore/Sala de Jantar

LUIGI: (está tomando café da manhã).

PAOLA: (entra, se senta) Bom dia Babbo, que bom te ver aqui. (sorri).

LUIGI: Bom dia Paola, hoje eu consigo tomar café em paz, já sei que Giovanna está bem na medida do possível.

PAOLA: (olhando Luigi) Babbo… O seu rosto está inchado de um lado, o que foi?

LUIGI: (olhando Paola, disfarça) Eu bati ontem a noite…

ENZO: (entra) É mentira… Eu bati nele. (se senta).

PAOLA: (olhando Enzo, o repreendendo) Como você se atreveu?

ENZO: (olha Paola) Alanis estava na nossa sala aos beijos com ele.

PAOLA: (olha séria para Luigi) Então foi bem feito.

LUIGI: Será possível que vocês vão ficar me julgando agora?

PAOLA: Claro, você nos julga.

LUIGI: É diferente, eu sou pai de vocês.

ENZO: E Doménica é nossa mãe! Achei muito errado te ver aqui com aquela mulher.

LUIGI: Tudo bem vocês venceram, eu estava errado.

PAOLA: Ainda está, Alanis não gosta de você, ela só quer o seu dinheiro.

LUIGI: Ai que você se engana, Alanis e eu estamos nos dando muito bem.

ENZO: Todo velho baba por periguete.

LUIGI: Não fala assim da Alanis.

PAOLA: É o que ela é…

LUIGI: Parem com isso e me deixem tomar café em paz, antes de ver Giovanna eu vou passar na empresa e quero tentar não desmaiar de fraqueza.

ENZO: Coitadinho com fraqueza…

PAOLA: (sorri, olha Luigi) Babbo… Antes que coisas caiam em seus ouvidos… Eu mesma vou falar, as cenas de amor que fiz no filme estão repercutindo…

LUIGI: (olha Paola) Que tipo de cenas de amor?

PAOLA: Você sabe babbo… Cenas sensuais…

ENZO: (olha Luigi, sorri).

LUIGI: (fica sério, olha Paola) Não me diga que você fez cena de sexo nesse filme.

PAOLA: Fiz…

LUIGI: Você perdeu o juízo?

ENZO: Igual á você.

LUIGI: Cala a boca Enzo, estou falando com Paola.

PAOLA: Eu não vou mais fazer essas cenas…

LUIGI: Quer saber, você é bem grandinha, faz o que quer, mas se isso me prejudicar nos negócios eu te deserdo.

DOMÉNICA: (entra) Logo de manhã essa discussão aqui. (sorri).

LUIGI: Não tem como não discutir com Paola… Como está Giovanna?

DOMÉNICA: (se senta) Mirella ficou com ela no hospital… Coitadinha Luigi ela está triste porque… Vai ficar sem andar por um tempo.

LUIGI: (olhando Doménica) Por um tempo?

DOMÉNICA: Sim… O médico disse que com fisioterapia.

LUIGI: (se levanta, com vontade de chorar, olha Doménica) No que depender de mim os seqüestradores da Giovanna nunca mais vão sair da

cadeia a não ser para irem ao inferno junto com Vítor Albuquerque!… E se tiver uma quarta pessoa envolvida eu ou descobrir… Pode anotar.

Cena 12

Hospital/Quarto de Giovanna

MIRELLA: (está ajudando Giovanna tomar café da manhã).

GIOVANNA: (olha Mirella) Isso está ruim…

MIRELLA: (olhando Giovanna) E o que você gostaria de comer agora?

GIOVANNA: (pensativa, olha Mirella) Suco de laranja, uma fruta… E…

MIRELLA: E…

GIOVANNA: Uma torrada.

MIRELLA: (sorri olhando Giovanna) Você tem o costume de comer pela manhã exatamente o que falou, uma fruta, uma torrada e suco de laranja, ás vezes você come uma fatia de bolo.

GIOVANNA: (olhando Mirella) Então eu me lembrei?

MIRELLA: Sim. (sorri).

RODRIGO: (entra) Com licença. (se aproxima sorri) Bom dia.

MIRELLA: Bom dia.

GIOVANNA: (sorri para Rodrigo) Bom dia.

RODRIGO: Como você está se sentindo?

GIOVANNA: Melhor.

MIRELLA: Giovanna acaba de se lembrar do que gosta de comer pela manhã.

RODRIGO: (sorri) Mas isso é muito bom, eu tenho certeza que mesmo aos poucos você vai recuperar a memória totalmente… Mirella, você pode nos dar licença, eu preciso conversar com Giovanna.

MIRELLA: (se levanta) Claro, com licença. (sai).

GIOVANNA: (olhando Rodrigo).

RODRIGO: (se senta ao lado de Giovanna, a olha) Giovanna… Eu vim me despedir de você.

GIOVANNA: (olha muito Rodrigo) Despedir?… Por quê?

RODRIGO: (segura a mão de Giovanna, a olha) Eu pedi afastamento ao hospital, disse que estava com problemas pessoais…

GIOVANNA: (segurando a mão de Rodrigo, o olhando com desespero) Não… Você não pode me deixar, você é a única pessoa que me faz bem, sinto que te conheço, você não me olha com pena, por favor, Não me deixa Rodrigo. (olhando Rodrigo,as lagrimas escorrem).

Fim do Capítulo  


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s