Personagens Inesquecíveis: Carminha – Avenida Brasil

“É tudo culpa da Rita!” que não se lembra dessa frase? Repetida diversas vezes por Carminha (Adriana Esteves) em Avenida Brasil (2012). Relembre a personagem.

É a grande vilã da história, uma mulher fria e ambiciosa, filha de Santiago (Juca de Oliveira). No começo da novela, está casada com Genésio (Tony Ramos) e mantém um caso com Max (Marcello Novaes). Depois de viúva, manda sua enteada Rita (Mel Maia) para um lixão e se casa com Tufão (Murilo Benício), um famoso jogador de futebol. É mãe de Batata / Jorginho (Bernardo Simões / Cauã Reymond) e Ágata (Ana Karolina), frutos de seu caso com Max. No decorrer da novela, enfrenta o plano de vingança de Rita, que agora se chama Nina (Débora Falabella). Termina a novela presa.

  

RELEMBRE MOMENTOS DA PERSONAGEM:

Anúncios

Personagens Inesquecíveis: Shazan e Xerife – O Primeiro Amor

Um dos maiores sucessos de O Primeiro Amor foi a dupla de trapalhões Shazan (Paulo José) e Xerife (Flávio Migliaccio), inventores de objetos estranhos como a “camicleta” – cruzamento de caminhão com bicicleta. Eles trabalham na oficina de bicicletas de Nova Esperança. É na camicleta que a dupla deixa Nova Esperança no final da novela, iniciando uma jornada em busca da peça mágica que lhes permitirá realizar o sonho de construir uma bicicleta voadora.

Os personagens fizeram tanto sucesso na novela, que em 1973 ganharam um seriado na Globo, chamado de Shazan, Xerife e Cia.

RELEMBRE MOMENTOS DOS PERSONAGENS: 


Personagens Inesquecíveis: Agostinho Carrara – A Grande Família

O maior malandro da história da TV brasileira ambientou a Rede Globo durante 14 anos, isso mesmo, é ele Agostinho Carrara vivido brilhantemente por Pedro Cardoso no seriado “A Grande Família”.

Herói sem nenhum caráter, legítimo representante da linhagem de Macunaíma, Agostinho Carrara é malandro nato, do tipo que cresceu sozinho e, desde cedo, aprendeu a tomar conta de si mesmo. Simpático, falastrão e mentiroso contumaz, ele não hesita em passar a perna no próximo para conseguir o que deseja, especialmente se o próximo for o sogro Lineu (Marco Nanini), sua vítima predileta. Apesar da visão distorcida do comportamento ético, Agostinho tem bom coração. É sinceramente apaixonado por Bebel (Guta Stresser) e tenta sempre fazê-la feliz. Consegue ser ao mesmo tempo espertalhão, machista, megalomaníaco e desastrado, invariavelmente decepcionando a mulher. Os dois vivem alternando brigas feias com momentos de paixão, para o desespero de Lineu.

  

REVEJA MOMENTOS DO PERSONAGEM:


Personagens Inesquecíveis: Altiva – A Indomada

Quem ai se lembra da Maria Altiva Pedreira de Mendonça e Albuquerque? Na novela A Indomada (1997), Eva Wilma viveu essa inesquecível vilã.

Esposa de Pedro Afonso (Cláudio Marzo), mãe de Hércules (Marcos Winter) e tia de Helena (Adriana Esteves). A grande vilã da história, mais Mendonça e Albuquerque do que qualquer um da família. É má, mesquinha, avarenta, estúpida, soberba, ambiciosa, invejosa, falsa carola e pecadora de marca maior, mas todas as suas contradições são convertidas em virtudes, no seu modo de ver a vida. Tem um passado de lama, motivo pelo qual subjuga a irmã, Santinha (Eliane Giardini), rejeita Artêmio (Marcos Frota) e “engole” Florência (Neuza Borges), a empregada. Gosta do marido só por causa do sobrenome, e odeia uma série de outras pessoas que a cercam, mas mantém relações de interesse com todas. Inclusive com Teobaldo (José Mayer), o mantenedor da família. Altiva é puro ódio, que descarrega inicialmente sobre Zenilda (Renata Sorrah) e as mocinhas da Casa de Campo, e depois sobre Helena.  

        

RELEMBRA MOMENTOS DA PERSONAGEM:



Personagens Inesquecíveis: Comendador José Alfredo Medeiros – Império

Dono de uma rede de joalherias internacional, a Império. O Comendador, como é chamado, tem quatro filhos: José Pedro (Caio Blat), Maria Clara (Andreia Horta), João Lucas (Daniel Rocha) e Cristina ( Leandra Leal). É casado com Maria Marta ( Lília Cabral) e tem uma amante, a jovem Maria Ísis ( Marina Ruy Barbosa). É assassinado pelo filho José Pedro no fim da novela.



Personagens Inesquecíveis: Perpétua – Tieta

A atuação de Joana Fomm fez da traiçoeira beata Perpétua uma das personagens preferidas do público. Extremamente conservadora e sempre de luto, ela guardava no armário uma misteriosa caixa branca cujo conteúdo só foi revelado no final da trama: o órgão genital de seu falecido marido. Perpétua rendeu muitas cenas de humor à novela.

Peito seco, sempre de luto, frustrada, falsa cristã, já que, como lhe diz o padre, não conhece o dom da caridade. É a irmã mais velha de Tieta (Claudia Ohana/Betty Faria), a quem odeia e a quem denunciou ao pai no passado, provocando sua expulsão da cidade. No entanto, é capaz de bajulá-la ao saber que ela é rica como ninguém. Comete todos os pecados capitais, usando a defesa da família como argumento. Está sempre arquitetando planos destinados a tirar vantagens dos parentes. No passado, contra todas as expectativas que a indicavam como a mais séria candidata a solteirona do local, casou-se com um militar e teve dois filhos, Ricardo (Cássio Gabus Mendes) e Peto (Danton Mello). Foi até feliz, e por isso mesmo ofereceu seu primeiro filho, Ricardo, à Igreja. Nunca conheceu o prazer.

REVEJA MOMENTOS DA PERSONAGEM:

Personagens Inesquecíveis: Nice – Anjo Mau (1976)

A babá mais diabólica da TV brasileira se tornou inesquecível lá em 1976, na primeira versão de Anjo Mau, na trama de Cassiano Gabus Mendes, Susana Vieira viveu Nice.

Criada pela família de Augusto (José Lewgoy), não consegue ficar muito tempo em nenhum emprego, julgando sempre que tem capacidade para fazer coisa melhor. Quando surge a oportunidade de trabalhar numa casa rica, não pensa duas vezes, e acredita que este é o seu trampolim para mudar de vida. Muito esperta, consegue facilmente envolver as pessoas e influenciá-las, e não tem medo de fomentar intrigas quando acha necessário. A única que sempre percebe seus planos é Alzira (Wanda Lacerda), sua mãe adotiva, que está sempre em choque com a filha. Nice é o Anjo Mau. Ao longo da trama, apaixona-se por Rodrigo (José Wilker). E no final, a babá acaba morrendo, isso mesmo, morrendo após dar a luz a sua filha prematura, em uma cena inesquecível.

REVEJA CENAS DA PERSONAGEM: