Globo 50 Anos: Frases no Ar

FRASES NO AR

 Em 26 de abril de 1965, foi ao ar a TV Globo. Era apenas um canal de televisão carioca e contava com o talento e empenho de profissionais que vinham de jornais, rádios, teatro e cinema. Em menos de dez anos, a Globo assumiu a liderança e se tornou uma Rede de televisão com emissoras próprias e afiliadas em todo o país. A Rede Globo, unindo informação e entretenimento, tem acompanhado gerações nos últimos 49 anos. Suas novelas, minisséries, seriados, noticiários, transmissões esportivas, programas humorísticos, infantis, de variedades, auditório, musicais e realities fazem parte da vida dos brasileiros.
Frases no ar vai relembrar momentos emocionantes da televisão. São falas marcantes de personagens, comentários de jornalistas durante uma cobertura, bordões e ironias de humoristas, expressões de alegria na comemoração de uma vitória que serão mostrados e ilustrados aqui no site Memória Globo. Recordações de atores, jornalistas, humoristas, apresentadores, figurinistas, cenógrafos, costureiras e tantos profissionais que trabalham para exibir os programas da Globo. Um passeio pela memória  afetiva do telespectador que, ao longo dos anos, tem sido o personagem central de quase meio século de sucesso.

NOVELAS

st_nio garcia.jpg

st_nio garcia.jpg

carminha.jpg

carminha.jpg

giovanni improtta.jpg

jos_ wilker.jpg

nazar_ tedesco-t_tulo.jpg

nazar_ tedesco.jpg

aguinaldo silva-autor.jpg

Aguinaldo Silva - 488x170.jpg

f_lix.jpg

amor a vida-reduzida.jpg

deus nos acuda-cr.jpg

Deus nos acuda-reduzida.jpg

JORNALISMO

ibrahim sued.jpg

divis_o de artes-4.jpg

eron domingues-sobre nixon.jpg

divis_o de artes-4.jpg

Alfredo Marsillac_diretor de corte do JN__ArmandoNgueira_diretor de jornalismo_eNilson Viana _editor do JN_na ilha de edi__odoJornal Nacional-488x170.jpg

Armando Nogueira, diretor de Jornalismo entre 1966-1990, após o lançamento do Jornal Nacional. 
divis_o de artes-4.jpg

Pedro Bial - 488x170.jpg

Pedro Bial, jornalista, durante a cobertura do fim da União Soviética, no Globo Repórter, em 1991.

ESPORTE

geraldo jos_-reduzida.jpg

Geraldo José de Almeida, locutor esportivo, em narração de jogos da Copa do México, em 1970

divis_o de artes-4.jpg

galv_o bueno - 4- reduzida.jpg

Galvão Bueno, locutor esportivo, sobre a cena clássica na final da Copa do Mundo dos Estados Unidos, em 1994. 

HUMOR

zeca bordoada.jpg

guilherme karan.jpg

saraiva.jpg

zorra total-reduzida.jpg

bento carneiro-t_.jpg

bento carneiro-reduzido.jpg
z_ da galera tira.jpg

z_ da galera.jpg

AUDITÓRIO E VARIEDADES

cassino do chacrinha.jpg

chacrinha - 488x170.jpg


Anúncios

Conheça as novelas cotadas para substituir “Vale Tudo” no TeleGlobo

Vale TudoA reprise de “Vale Tudo” aqui no TeleGlobo está entrando em sua reta final, mas ainda tem muitas coisas importantes para acontecer, como por exemplo o assassinato da perversa Odete Roitman. Mas, o TeleGlobo já esta atras de sua sucessora, que tem estreia prevista para o dia 24 de agosto.

As cotadas para substituir “Vale Tudo” são: Água Viva (1980), A Próxima Vítima (1995), Torre de Babel (1998), Celebridade (2003), Senhora do Destino (2004) e A Favorita (2008). Porém, destas seis cotadas apenas uma ganhará a faixa de reprise no horário das 17h30m.

O TeleGlobo irá escolher daqui e você leitor votará na enquete que iremos abrir no site. Em breve divulgaremos a escolhida.

  

  


Personagens Inesquecíveis: Giovanni Improtta

José Wilker deu vida ao inesquecível Giovanni Improtta da novela Senhora do Destino.

Ex-bicheiro, hoje empresário estabelecido no ramo da construção civil, Dr. Giová, como é conhecido, é dono de um passado condenável, mas tenta liquidar as “contas” de sua história anterior para se tornar um outro homem. Um pecador em busca da redenção, por isso anseia por ser um cidadão honesto e cumpridor dos seus deveres. Viúvo, pai de Jenifer (Bárbara Borges) e João Manoel (Heitor Martinez), costuma dizer que, além dos filhos e da saudade, a mulher lhe deixou uma cruz, um calvário: a sogra, dona Flaviana (Yoná Magalhães), que mora em sua casa e que não só o mantém sob constante vigilância, como exige dele fidelidade absoluta à falecida. Presidente da escola de samba Unidos de Vila São Miguel, falante e espaçoso, é um eterno pretendente ao coração de Maria do Carmo (Susana Vieira). Embora apaixonado, não pensa em permanecer casto e puro por sua causa. Tem sempre, como ele mesmo diz, “uma galinha ciscando no seu terreiro”. A da vez é a jovem Danielle Meira (Ludmila Dayer).

REVEJA MOMENTOS DO PERSONAGEM:

Personagens Inesquecíveis: Nazaré Tedesco – Senhora do Destino

Nazaré

A grande vilã da novela Senhora do Destino (2004) não precisa nem de apresentações né?

Prostituta que, no início da história, em 1968, fingiu ser auxiliar de enfermagem e estar grávida para segurar o namorado casado. Louca para abandonar a profissão, apostou todas as fichas na relação que mantinha com Luís Carlos Tedesco (Tarcísio Filho), chegando a sequestrar a filha de Maria do Carmo (Susana Vieira) para apresentá-la ao namorado como sendo fruto da relação dos dois. Não se arrepende do que fez. Casou-se com Luís Carlos, que abandonou a mulher para ficar com ela, e cria a “filha” Isabel (Carolina Dieckmann) com muito carinho. Também teve de acolher a primeira filha de Luís Carlos, Cláudia (Leandra Leal), depois que sua mãe morreu – mas não a suporta. Com a morte de Luís Carlos, passa a ser sustentada por Isabel. Se pudesse, acharia mais um trouxa igual ao ex-marido e tentaria de tudo para enganá-lo, mas sabe que não tem mais idade para tal. Por isso, prefere fingir-se de doente enquanto espera que lhe apareça uma saída.

E essa é a minha vilã preferida! Inesquecível Nazaré Tedesco!

   

REVEJA MOMENTOS MARCANTES DA MEGERA! 👏💋👄

“Por Amor” e “Senhora do Destino” podem substituir “O Rei do Gado”

Novela-cortada2
“Por Amor” e “Senhora do Destino” podem substituir “O Rei do Gado”

Apesar do sucesso da reprise de “O Rei do Gado” (1996), a Globo discute qual deve ser a próxima novela do “Vale a Pena Ver de Novo”.

Segundo o “NTV”, a ideia da emissora é colocar no ar uma trama que já tenha conseguido boa audiência no horário vespertino. Desta forma, “Por Amor” (1997),“Senhora do Destino” (2004) e “Alma Gêmea” (2005) são as mais cotadas.

As três novelas foram reapresentadas uma vez cada e fizeram sucesso na sessão. Porém, “A Gata Comeu” (1985) também tem chances de ser exibida. O folhetim já passou pela faixa em 1989 e 2001.

Atualmente, “O Rei do Gado” oscila entre 16 e 21 de média, um excelente desempenho para o “Vale a Pena Ver de Novo”. Cada ponto equivale a 67 mil domicílios na Grande São Paulo.